Atualidade Notícias Turismo

Valença, a Fortaleza dos Caminhos de Santiago

Fortaleza de Valença, um dos pontos altos de arquitetura militar em Portugal e ponto de paragem nos Caminhos de Santiago de Compostela

Um sítio onde os peregrinos abrandam o passo para apreciar o ambiente e sentir a história de um país que começou a nascer aqui e que, hoje, é exemplo de paz para o mundo.

Um sítio onde vai encontrar gente de várias nacionalidades, diferentes idiomas, o primeiro santo português (S. Teotónio), comércio singular e muitas opções para sossegar o apetite e satisfazer os apreciadores da boa mesa.

Tal como Portugal, Valença soube sempre entender o seu território e criar valor com o que tem de genuíno e autentico. O melhor exemplo disto é a forma extraordinária como este povo conservou a sua Fortaleza, um exemplar único da arquitetura militar abaluartada, que querem ver reconhecida como Património Mundial da UNESCO. São 5 kms de muros, a envolver uma autêntica cidade fortificada.

Visitar Valença é uma experiência que marca, o ambiente fará sentir-se um guerreiro lusitano, nesta terra de Portugal que o rio Minho une à Galiza.
De tanto calcorrear ruelas e espreitar guaritas se o apetite aparecer, está no sitio certo. Aqui o bacalhau é rei, e como tal, muito bem tratado em mais de 60 restaurantes.

Nas grandes rotas seculares das peregrinações a Santiago de Compostela, a Fortaleza e os peregrinos comungam da mesma história, lendas e testemunhos.

Em Valença o peregrino sente a magia de estar com um pé em Portugal e outro em Espanha, na antiga ponte metálica internacional, a passagem histórica da fronteira e o epicentro da confluência do Caminho Central Português e da Costa.

Em 2018 foram 81 652 peregrinos, a Santiago, a conhecer os encantos de Valença, nesta terra com história gravada em pedras de granito, com mais de 2 mil anos.

O espírito peregrino é parte identitária deste povo que, hoje, acolhe também, os caminhos da fé, até Fátima, marcando o início, em Portugal, deste traçado. As marcas marianas são muitas, em especial o momento da entrega do terceiro segredo de Fátima, um dos maiores segredos de Portugal, quando a Irmã Lúcia, decidiu enviá-lo ao Papa.

Este é um lugar único. Quem não se lembra da fronteira, das filas para verificação dos passaportes, dos caramelos comprados em Tui? Mas, este espaço, tem memorias e conta as estórias do Trapiche e do Contrabando feito por gente que em tempos de dificuldade “faziam pela vida” com engenho e coragem.

Já percebeu que Valença está muito ligada a Tui? Sim é verdade, as duas cidades prolongam-se uma na outra, num espírito de partilha único, na Europa. A ponte metálica é uma rua que une os dois núcleos urbanos e nos remete para as memórias da antiga fronteira. Fruto das união destes dois povos, nasceu em 2012 a Eurocidade Tui/Valença. Venha conhecer!
É mesmo um sítio a não perder!
E será sempre bem vindo!

Sobre este autor

Direcção IN Corporate Magazine

Adicionar Comentário

Escrever comentário