Turismo

Uma melodia de prazeres

Pormenores de classe e elegância aliados a uma cozinha que privilegia os sabores da gastronomia portuguesa, esta simbiose dá origem a uma casa única no centro de São João da Madeira. O restaurante A Harpa demarca-se pela elegância contemporânea de uma cozinha preparada ao ritmo do Chef Manuel Paula.

A Harpa à entrada anuncia não só o nome do restaurante, mas também a harmonia entre o requinte e a gastronomia. O instrumento que batizou o restaurante comandado pelo chef Manuel Paula é o sinónimo do primor de uma experiência gastronómica diferenciada.

O restaurante começou por ser dedicado à cozinha italiana mas as coisas acabaram por mudar de rumo. Em 2015 o Chef Manuel Paula assumiria a batuta e começou por definir novos ritmos. “O objetivo foi logo de início criar um conceito da cozinha tradicional portuguesa contemporânea com um toque diferente e com uma maior aposta no peixe”, contou.

Manuel Paula começou por se introduzir na restauração aos 14 anos, quando se mudou de Armamar para o Porto, para começar a trabalhar num restaurante. Acabou por concluir a sua formação na escola de Hotelaria do Porto e continuou a trabalhar durante quase 3 décadas até assumir as rédeas do restaurante A Harpa. Hoje Manuel Paula divide-se entre a gerência e a cozinha e, apesar do trabalho redobrado, assume a paixão do negócio.

O interior do país continua presente na sua identidade enquanto chef, o respeito pelos sabores e a utilização de produtos de qualidade são algumas das suas marcas, mas não só: “Enquanto chef gosto de respeitar a essência de cada receita. Há sempre algumas fusões, mas por exemplo, nos pratos tradicionalmente portugueses uma fusão desvirtua o prato. Por outro lado o peixe tem uma forma diferente de ser trabalhado e dá mais liberdade para a criação. O importante é criar experiências”.

No menu da casa fazem sucesso a vitela e o cabrito assados no forno, que são muito requisitados, também o cordon bleu e o bife de pimenta se referenciam entre as escolhas dos clientes. Mas a oferta vai variando ao longo da semana dependendo da temporada e da oferta de mercado. Ou seja, uma cozinha de proximidade, com base nos produtos regionais e o receituário tradicional. A carta de vinhos é abrangente, a qualidade e o paladar requintado fazem a norma numa ampla escolha entre todas as regiões mas com maior predominância para o Douro.

O espaço é amplo, confortável, com uma decoração cuidada e com espaço e disposição para não incomodar quem se senta noutras mesas. Desde a luz à música de fundo, o ambiente é de grandes comodidades e associa-se a um serviço brioso, competente e cordial.

O restaurante A Harpa é a harmonia perfeita criada entre as tradições portuguesas e um toque mais contemporâneo. Quem ali entra sabe que a serventia é exímia, numa composição em que todos os elementos compõem uma perfeita melodia gastronómica.

Sobre este autor

gentegiraein

Adicionar Comentário

Escrever comentário