Destaque Líderes de Sucesso

O mundo não evolui a favor dos que têm medo.

Vira as câmaras para si mesma e fala para as lentes como se de uma pessoa real se tratasse. Do outro lado da câmara estão milhares de pessoas. Bárbara Corby é uma cara conhecida no mundo digital. Assume-se como criadora de conteúdos, está quase a atingir a meta dos 200 mil seguidores no instagram e no youtube são mais de 150 mil subscrições. Nada surgiu por acaso, o sucesso é apenas fruto do seu trabalho e criatividade. No BackOffice de um influencer existe, também, um lado empresarial. Bárbara Corby desvendou-nos mais sobre a sua veia empreendedora.

Do Brasil para Portugal, do jornalismo para o youtube, descreva-nos um pouco o percurso feito até agora.
A minha nacionalidade é sempre um assunto de conversa. Os meus pais são brasileiros e por isso tenho nacionalidade brasileira, mas nasci em Portugal. Vivi cá toda a minha vida! Cresci em Aveiro com a minha família e quando chegou a hora de decidir o meu percurso na faculdade, optei por Comunicação Social em Coimbra, o que na altura foi um choque para os meus familiares. Já se falava muito sobre a precariedade dos salários nesta área em Portugal. Mas, ainda assim decidi apostar no meu instinto. Três anos depois vim para Lisboa trabalhar numa revista e estou aqui até hoje, embora o jornalismo tenha ficado para trás.

Qual considera o ponto de viragem do seu sucesso profissional? O foco e o trabalho foram essenciais em todo o trajeto? 
Eu, como a maior parte dos jovens que ingressam o ensino superior, tinha muitas expectativas quanto ao meu futuro trabalho. Quando finalmente percebi como funcionava o dia a dia de um jornalista, apercebi-me de que afinal não era o meu sonho. É difícil admitir que não estamos felizes na profissão que escolhemos. Ao fim de quatro anos a trabalhar em revistas percebi que tinha que mudar, procurar novos objetivos e criei o meu canal no Youtube. A partir daí ser focada foi essencial. Procurei estudar muito sobre o assunto, trazer conteúdos diferentes e destacar-me de alguma forma positiva.

Como se define a Bárbara Corby? (Influencer, youtuber, criadora de conteúdos, empreendedora…) 
Definitivamente, criadora de conteúdos. Esse é o meu trabalho, ser criativa e partilhar as minhas experiências através de conteúdos nas redes sociais. Se também me considero empreendedora? Claro que sim! Criei o meu próprio negócio, dou trabalho a outras pessoas e não pretendo parar por aqui.

Para quem não conhece o mundo do youtube e dos influencers, como é que funciona? Em termos de trabalho, de remuneração, de parcerias…
Bem, este é sem dúvida um dos assuntos que geram mais curiosidade por esta ser uma profissão tão nova. No meu caso, se uma marca tem interesse em trabalhar comigo, contacta a minha agência que posteriormente envia a proposta para mim. Se o produto fizer sentido para mim e para o meu público é assinado um contrato, negociam-se os valores e avançamos para a produção dos conteúdos. No final de cada campanha os pagamentos são feitos através da minha empresa.

Como é o seu dia a dia de trabalho?
Tento ter uma rotina embora não seja muito fácil na nossa profissão. Acordo sempre à mesma hora, oito da manhã. Aproveito as primeiras horas do dia para produzir os meus conteúdos, gravar vídeos, tirar fotografias… É nessa altura que me sinto mais criativa. A parte da tarde normalmente é mais dedicada às tarefas de edição, reuniões, eventos… Todos os dias são diferentes. A internet muda muito rápido e por isso o nosso trabalho também. Quase todas as campanhas surgem de um dia para o outro e normalmente os conteúdos têm que ser enviados para ontem.

Por detrás das câmaras existe também um lado empresarial. Como define o seu?
Acredito que o meu foco, capacidade de capitalizar os meus interesses e as minhas competências aliados à minha criatividade foram essenciais para conseguir alcançar os meus objetivos.

Inserida num mundo que segue de perto as tendências tecnológicas, qual o investimento necessário?
Muito. Todos os dias os equipamentos são atualizados e sou da opinião que é muito importante trazermos sempre a melhor qualidade possível. Posso dizer que só este ano, 2019, já investimos mais de onze mil euros em equipamento.

Como se diferencia a Bárbara Corby num mundo em que todos aspiram a ser influencers ou youtubers?
Acredito na minha autenticidade e acho que é por isso que as pessoas seguem o meu trabalho. Sou muito verdadeira em tudo o que partilho e isso faz com que os meus seguidores realmente confiem em mim. 

Das telas para a moda, o nome de Bárbara Corby é também uma marca de roupa. O que a levou a dar esse passo? (qual a previsão para o lançamento da nova coleção e em que se diferencia a marca – no design, no preço e na qualidade)
Sempre quis trazer um pouco da minha mensagem para um objeto real, que as pessoas pudessem ter em casa. A coleção #MaisAmor foi um sucesso e tenho muito orgulho desse projeto. Todos os produtos eram confecionados em Portugal e totalmente originais. Agora estamos a trabalhar em novos projetos, em princípio até ao final do ano teremos novidades!

Ao longo do seu percurso profissional sentiu maiores dificuldades por ser jovem e/ou mulher?
Honestamente, senti quando comecei como jornalista que os meus colegas não me levavam a sério. Enquanto criadora de conteúdos dito as minhas próprias regras e na internet não há estereótipos.

Que conselhos daria a quem quer iniciar o seu negócio, mesmo que seja num ramo diferente da sua formação?
Foco e muito estudo sem dúvida. É importante ir ao fundo da questão, fazer melhor do que o que já está a ser feito, fazer diferente. E por fim, arriscar. O mundo não evolui a favor dos que têm medo.

Instagram Bárbara Corby