Turismo

Recordar a batalha da Roliça

Campo de batalha da Roliça na Serra do Picoto, no Bombarral
Campo de batalha da Roliça na Serra do Picoto, no Bombarral

Nos últimos anos o jardim Buddah Eden tem-se tornado a grande atração do munício de Bombarral, mas pela região há muito mais a visitar. Por ali existiram acontecimentos históricos que marcaram a nacionalidade, como a batalha da Roliça, que ditou o fim da ocupação francesa em Portugal. O presidente do Município, Ricardo Fernandes, respondeu sobre a nova aposta no turismo militar.

O que existe no município relativamente a turismo militar?

Existe no Bombarral um importante património histórico-militar que resultou da Primeira Invasão Francesa, pois foi aqui que se deu a Batalha de Roliça, no dia 17 de agosto de 1808. Tivemos, no dia 17, a Batalha na Roliça, seguida, no dia 21, da batalha decisiva, que foi a vitória das forças anglo-lusas no Vimeiro. No dia seguinte à Batalha do Vimeiro foi assinado o Armistício entre franceses e britânicos, que desde logo indiciou o que viriam a ser, no dia 30 de agosto, os termos da Convenção de Sintra, marcando o final de ocupação francesa em Portugal.

Deste acontecimento militar histórico resulta um valioso património cultural. Os locais de posicionamentos defensivos e ofensivos dos exércitos são algo de grande importância quando pensamos em construir um produto turístico subordinado a esta temática, tal como o túmulo do Coronel Lake, que perdeu a vida nesta batalha com muitos dos seus soldados.

O que tem feito no sentido da promoção do turismo militar e que projetos podemos esperar para 2020?

Estamos conscientes da importância e oportunidade que atualmente representa o Turismo Militar. Por isso mesmo, é importante criar as condições necessárias para poder integrar projetos como o itinerário cultural Destination Napoléon, promovido pelo Conselho da Europa, em parceria com a Federação Europeia de Cidades Napoleónicas ou a Rede Temática das Invasões Francesas em Portugal, que envolve vários municípios. Iremos implementar um percurso que permitirá aos visitantes ir até aos locais de maior importância da Batalha da Roliça. Paralelamente, lançaremos uma nova app onde será possível, a quem escolher nos visitar, planear a sua deslocação e aceder a diferentes níveis de informação.

O que mais podemos visitar no Município de Bombarral?

No concelho encontra-se um valioso e heterogéneo património histórico-cultural e natural que se consubstancia num potencial turístico, sendo de sublinhar a excelência no coração da vila do Bombarral da Mata Municipal que, pelo conjunto de espécies vegetais que ali encontramos, se torna um representante invulgar dos bosques que outrora caracterizaram esta região.

O Teatro Eduardo Brazão, inaugurado em 1921 onde se destaca uma arquitetura eclética, com elementos arte nova. O Palácio Gorjão, construído no século XVII e que atualmente alberga o museu municipal. A histórica aldeia de Carvalhal, onde a ocupação humana remonta aos Fenícios, possui um vasto e valioso património bem preservado, tornando-a num local único a visitar.

Por fim, mas não menos importante, gostaria de mencionar as quintas vitivinícolas, onde se realizam vários eventos e atividades ligadas ao Enoturismo, e o Kartódromo Internacional do Oeste, onde os simpatizantes deste desporto podem pôr em prática as suas habilidades.

Sobre este autor

Ana Leitão

Adicionar Comentário

Escrever comentário