die besten kryptowährungen broker kryptowährungen steuerfrei auslandskonto kryptowährung in echtzeit traden kryptowährung woher kommt der name
Atualidade Covid-19 Notícias

Afinal o isolamento resulta: província de Hubei levanta isolamento e Espanha não cumpre

A província de Hubei, na China, voltará a ser livre já amanhã. As autoridades chinesas decidiram autorizar as entradas e saídas e o mesmo deverá acontecer com a cidade de Wuhan, que não regista casos há cinco dias, a 8 de abril. Entretanto, em Espanha, há notícias de infetados que fugiram de hospitais.  

Segundo avança a agencia Reuteurs, a Comissão de Saúde da província de Hubei, na China, decidiu esta manhã levantar as restrições às viagens de e para a província, com efeitos a partir desta quarta-feira.

A única exceção, para já, será a cidade de Wuhan, o epicentro da pandemia da COVI-19, que está em isolamento forçado desde o dia 23 de janeiro e onde estas medidas só entrarão em vigor a 8 de abril. Segundo a agência de notícias estatal chinesa Xinhua, será permitido aos residentes saírem de casa desde que tenham um chamado “código verde” sanitário, que comprova que não tiveram sintomas nem contacto com nenhum caso infetado nas últimas semanas.

Informações avançadas pelo jornal chinês South China Morning Post granatem que “não houve nenhum caso novo de infeção na cidade durante cinco dias consecutivos, mas esse recorde foi quebrado esta terça-feira, de acordo com informações da Comissão de Saúde. Trata-se de um dos poucos novos casos no país que não são importados, cinco ao todo”. Além deste, na China continental registaram-se também 74 casos importados, depois das restrições de viagens de e para a China terem sido levantadas.

Três meses depois da pandemia ter começado, a China, o país mais afetado até agora, consegue finalmente ver a luz ao fundo do túnel, o primeiro passo começa na cidade de Hubei. O que vem provar que o isolamento social pode, mesmo, ser a solução.

No entanto, nem todas as pessoas parecem ter percebido isso. A polícia espanhola alertou esta terça-feira que algumas pessoas internadas com o novo coronavírus estão a abandonar os hospitais sem alta médica e, portanto, a desobedecer às regras impostas.

A polícia espanhola alertou esta terça-feira que algumas pessoas internadas com o novo coronavírus (Covid-19) estão a abandonar os hospitais sem alta médica.

Ainda há muitos irresponsáveis”. O diretor do Comité Técnico de Gestão do Coronavírus da Polícia Nacional, José Ángel Gonzalez não tem dúvidas quando o afirma e refere-se aos “vários casos de pacientes internados que abandonam os hospitais” sem alta médica. Esta atitude coloca Às autoridades o desafio de identificar, além dos doentes, os transportes que utilizaram e as pessoas com quem contactaram.

O comité tinha registado, até segunda-feira, seis mil denuncias por desobediência à polícia e três mil denúncias à Guardia Civil, desde o dia 19 de março. O chefe de Estado Maior da Guardia Civil, Jose Manuel Santiago, descreve estas atitudes como “condutas irresponsáveis e pouco solidárias” de pessoas que continuam a “não ter consciência da grave situação” que se está a enfrentar.

Foram já detidas 80 pessoas, uma das quais duas vezes no mesmo dia, na Galiza.