Atualidade Cultura Notícias Sem categoria Turismo

Escrivaninha e uma rara primeira edição da “Mensagem” de Fernando Pessoa em exposição no Museu do Pão

A escrivaninha do poeta Fernando Pessoa e uma rara primeira edição da “Mensagem” integram, a partir de hoje, o espólio expositivo do Museu do Pão, em Seia, para aumentar o potencial atrativo do complexo cultural.

São vários os poemas de Fernando Pessoa que fazem referência ao pão. A pensar nisso e com o objetivo de levar a cultura também para o interior do país, o Museu do Pão, em Seia, adquiriu a escrivaninha que um dia pertenceu ao poeta e uma rara primeira edição da obra “Mensagem”.

As duas obras ficam acessíveis ao público através da sua integração no circuito expositivo permanente do museu.

O poeta, filósofo, dramaturgo, ensaísta e tradutor Fernando António Nogueira Pessoa, nascido em Lisboa no dia 13 de junho de 1888, talvez em vida não imaginasse que um dia a escrivaninha, onde deitara mãos às obras que se tornaram universais, tivesse como destino a zona mais alta de Portugal Continental – o cimo da Serra da Estrela, onde fica localizado o Museu do Pão.

A raríssima primeira edição da Mensagem, contém 44 poemas não publicados que enaltecem os feitos gloriosos das descobertas portuguesas. Os visitantes vão ainda poder ler poemas dedicados ao pão, dezenas deles da autoria de Fernando Pessoa, na exposição temporária.

Tiago Quaresma referiu, em entrevista à RTP, durante a apresentação das peças que estão expostas na Sala do Pão Político, Social e Religioso, que a empresa “teve a felicidade” de adquirir, em leilão, a escrivaninha de uso pessoal do poeta e os óculos, sendo que estes irão para A Brasileira, no Chiado, em Lisboa, que também pertence ao mesmo grupo empresarial.

O empresário explicou que ainda escrivaninha e a “Mensagem” foram integradas no circuito expositivo do Museu do Pão por se considerar que “este momento é a grande oportunidade para o interior se afirmar”.

O presidente do Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, sublinhou que a presença da escrivaninha de Fernando Pessoa e da rara edição da “Mensagem” no Museu do Pão irão contribuir para atrair turistas de todo o mundo para a região.

“A Língua Portuguesa é provavelmente um dos veículos maiores em todo o mudo, de podermos não só atrair pessoas, mas motivar as suas visitas, através daquilo que está no nosso ADN. Fernando Pessoa é um dos autores maiores da história de sempre de Portugal”, justificou em declarações à RTP.