Empreendedorismo Turismo

Cachopo: Um outro Algarve

Cachopo revela um Algarve diferente daquele que conhecemos. Conversamos com Maria Otília Cardeira, a presidente da Junta de Freguesia.

Para começarmos, peço-lhe que apresente Cachopo aos nossos leitores.

Cachopo, uma Aldeia do Concelho de Tavira, situada no coração da serra do Caldeirão, a 40 quilómetros da sede do Concelho, é um outro Algarve que muitos desconhecem, mas que tem muito para surpreender a quem nos visita. Em plena Serra do Caldeirão, a freguesia é reconhecida pelo seu património cultural, arquitetónico, mas também gastronómico.

Que pontos gostaria de referir como de visita obrigatória aquando de uma visita a Cachopo?

Tenho que enumerar o património cultural, o nosso núcleo museológico, o Museu das Flores, único no país, o Museu do Linho, e o moinho branco que, no futuro, terá visitas guiadas com explicação do seu modo de funcionamento. As antas da Masmorra e Pedras Altas, casas circulares da pré-história, no monte da Mealha merecem também uma visita, e percursos pedestres sinalizados em três localidades com paisagens deslumbrantes, onde se pode observar as flores, fauna, ribeiras e fontes e pernoitar nos alojamento em três localidades, Feiteira, Casas Baixas e Mealha.

Cachopo é o exemplo de que o Algarve e especificamente Tavira, é muito mais do que praia…
Exatamente! A sua gastronomia tão rica, manjares de antigamente, produtos locais mel, aguardente e produtos hortícolas são o nosso ex libris.

Por onde passa o futuro da freguesia e das suas gentes?
É necessário um olhar mais atento para este interior, neste Algarve tão rico. Faz falta melhoramentos nas vias que nos ligam ao concelho e ao distrito, construção do loteamento já existente com saneamento já feito, será um incentivo para jovens que queiram investir e fixar-se aqui. Hoje através das redes sociais, pode-se criar qualquer negócio neste interior do Algarve, especialmente

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário