Empreendedorismo Turismo

Conceição e Cabanas de Tavira: A união perfeita entre o mar e a serra

A União de Freguesias de Conceição e Cabanas de Tavira é um dos recantos mais bonitos de Tavira. Duas freguesias, unidas pela reforma administrativa, mas também por dois mundos distintos: o mar e a serra.

Para quem não conhece as freguesias, como começaria por apresentar as mesmas?

No âmbito da reforma administrativa nacional, em 2013, foi constituída esta União das Freguesias, unindo a Conceição, o barrocal e a serra, a Cabanas, o mar, a pesca e a zona balnear. Desde a Praia de Cabanas até a norte do Monte dos Ebros, numa extensão de quase 68 Km 2, confronta a Norte com a Freguesia do Azinhal, a nascente com a Freguesia de Vila Nova de Cacela, poente com as Freguesias de Tavira, e a sul com o Oceano Atlântico. A União perfeita entre a Serra e o Mar.

O que de mais relevante aqui encontramos no que concerne ao património?

O Forte S. João da Barra, Forte da Conceição, remonta ao contexto da Guerra da Restauração da Independência Portuguesa. No século XX foi totalmente desativado e foi posteriormente adquirido por particulares. Classificado como imóvel de interesse público, atualmente é um empreendimento de turismo. A Igreja da Nossa Senhora da Conceição Séc. XVI com o pórtico tipicamente Manuelino é também uma referência. A ponte da Ribeira do Almargem, referenciada em meados do século XV, teve origem aquando da passagem dos povos romanos por esta região.

E no que diz respeito à gastronomia. O que indicaria como sendo obrigatório aos nossos leitores provarem aquando de uma visita?

O marisco acabado de apanhar na nossa Ria Formosa, o peixe fresco, a açorda de galinha, enfim toda a magnífica dieta mediterrânica, Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Mas o ex libris das freguesias é, indubitavelmente, o património natural…

Sim, sem dúvida, vistas e paisagens inolvidáveis, tanto na serra como à beira mar. No interior, o Perímetro Florestal da Conceição de Tavira, que teve a sua arborização inicial em 1920, com acácias e eucaliptos. Hoje o coberto vegetal contempla pinheiro manso, sobreiro, azinheira e ciprestes e alfarrobeiras. É um espaço onde se pode observar o pato-real, a pega azul, a poupa, a perdiz vermelha, também uma pequena manada de gamos em semicativeiro.

Existem ainda javalis, coelhos, lebres. Existe um parque de lazer, onde as famílias podem usufruir do espaço, com parque infantil, observatório de aves, e percurso pedonal.

No litoral, temos a magnífica Ria Formosa, que dispensa apresentação, com a sua riqueza paisagística e a importância a nível de avifauna e dos desportos aquáticos. Depois de atravessar a Ria Formosa, temos a Praia de Cabanas, uma das mais belas do nosso país, com alguns quilómetros de areia fina e dourada e praia com bandeira azul desde 1989.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário