Atualidade Empreendedorismo Notícias Saúde e Bem-estar

“Nos próximos anos vamos assistir a um aumento de incidência de cancro” – Liga Portuguesa Contra o Cancro

Numa altura em que todos os esforços estão centrados na pandemia do novo coronavírus, Vítor Veloso, presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, alerta para a importância de se tomarem medidas de prevenção contra o cancro e que os tratamentos de doentes oncológicos normalizem.

Presidente Nacional da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Dr. Vítor Veloso

Numa altura em que os esforços estão centrados no combate à pandemia, onde ficam os IPO’s e qual a situação dos doentes oncológicos?

Os IPO’s ficaram confinados ao tratamento dos doentes oncológicos não Covid. A pandemia trouxe muito menos doentes referenciados aos IPO’s razão pela qual, neste momento, alguns deles, na maioria das patologias, não tem lista de espera.

Como é evidente, esta aparente acalmia vai transformar-se num fluxo crescente de doentes quando esta situação tiver terminada – reactivação do rastreio de cancro da mama, reinicio da referenciação por parte dos Médicos de Família e aparecimento de casos de cancro muito mais avançados.

Têm-se registado ainda atrasos nos rastreios e nas cirurgias. Como ultrapassar este problema? O que representarão no futuro?

Há em muitos Hospitais que tratam doentes oncológicos grandes atrasos pelos motivos anteriormente indicados, mas também pelo facto dos doentes oncológicos descurarem a sua situação e terem medo de frequentarem estas instituições. Esta situação podia ter sido evitada se tivesse havido um planeamento anterior devidamente estruturado, o que não aconteceu. Este planeamento poderia e deveria ter sido acautelado.

Nos próximos anos vamos assistir a um aumento de incidência de cancro, de mortalidade e de uma sobrevivência sem qualidade de vida. Os ganhos em saúde respeitante aos doentes oncológicos foram perdidos!

A Liga Portuguesa Contra o Cancro nos cumprimentos da sua missão e objetivos, desenvolve um conjunto de projetos no âmbito do apoio social ao doente oncológico e família. Que projetos destaca? A procura por estes apoios aumentou com a pandemia?

A Liga Portuguesa Contra o Cancro procurou adaptar-se o melhor possível, no sentido de conceber projectos que continuassem a apoiar os Doentes Oncológico e familiares, bem como os profissionais de saúde. Destacamos:

  • A Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Regional do Norte (LPCC-NRN) foi das primeiras instituições a pensar nas necessidades dos doentes oncológicos durante a pandemia do COVID-19 ao criar uma linha telefónica gratuita – a Linha de Apoio Oncológico COVID-19 (800 919 232) – que tornou possível ajudar milhares de doentes oncológicos residentes na região Norte do país, nomeadamente ao nível de
    • apoio social e económico, 
    • entrega de refeições
    • entrega de medicamentos,
    • apoio psicológico
    • apoio jurídico.
  • A Linha de Apoio Oncológico COVID-19, mantém-se activa até o normal funcionamento dos serviços de saúde para os doentes oncológicos estarem assegurados. 
  • Os doentes oncológicos residentes na região Norte do país durante este período podem ligar para o número 800 919 232 (das 8h30 às 17h30, de 2ª a 6ª feira – chamadas gratuitas).
  • Realização de diversos Webinars sobre cancro e outras temáticas ligadas ao Covid19, bem como à doença oncológica

A Liga Portuguesa Contra o Cancro Portuguesa Contra o Cancro tem lutado por reduzir a parte burocrática para a obtenção do Atestado Médico de Incapacidade Multiuso. Qual a solução para que estes processos sejam mais céleres?

A Liga Portuguesa Contra o Cancro tem tentado, desde há vários anos, que o Atestado Multiusos seja passado pela Instituição onde o Doente é tratado ou até pelo seu Médico responsável. Considera-se que uma Junta Médica para atestar uma situação que se baseia unicamente num documento da instituição ou de um Médico é completamente desnecessária e descabida, e, embora a parte burocrática estatal concorde, nenhuma norma, despacho ou lei saiu nesse sentido.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário