Atualidade Covid-19 Notícias

China anuncia ter desenvolvido uma vacina contra a COVID-19

Ministério da Saúde da China anunciou a aprovação de ensaios clínicos em humanos de uma vacina que irá combater o novo coronavírus. A China assume estar na posse de uma vacina contra este vírus, por sua vez desenvolvida pela Academia Militar de Ciências chinesa.

Foi ainda no decorrer do dia de ontem que o Ministério da Saúde chinês comunicou ao mundo o desenvolvimento de uma vacina de combate ao novo coronavírus e segundo a imprensa internacional, citando um comunicado oficial do governo chinês, os ensaios em humanos já tem ordem de iniciação.

A comunicação social internacional indica ainda que a equipa de investigação que criou esta vacina é liderada pela epidemiologista Chen Wei, e as autoridades garantem que todas as normas foram respeitadas, segundo “as exigências internacionais e os regulamentos locais”. Está previsto a produção da vacina em grande escala, de forma segura, embora sem uma data em concreto. Começando os testes nesta fase é possível que só daqui a um ano esteja pronta para ser usada.

Entretanto foi ainda revelado que em abril várias instituições na China vão avançar com ensaios clínicos, de forma a comprovar que mais vacinas estão a ser desenvolvidas. Uma destas vacinas baseia-se em vetores virais e está já a ser testada em animais. Nesta nova investigação participam as universidades de Pequim, Tsinghua e Xiamen, entre outras instituições de investigação, de acordo com a agência de notícias Xinhua.

Ainda na terça-feira, o vice-diretor da Comissão Municipal de Saúde de Xangai, Yi Chengdong, confirmou que os cientistas desenvolveram a vacina utilizando uma plataforma genérica denominada mRNA e que em abril entrará em ensaios clínicos. Por sua vez Zhang Quan, diretor da Comissão de Ciência e Tecnologia da de Xangai, confirmou que três novos produtos usados em testes de diagnóstico para detetar o novo coronavírus foram clinicamente aprovados e aplicados na cidade.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário