Atualidade Gastronomia Turismo

127 anos a criar qualidade Jesuíta

A Confeitaria Moura é um nome incontornável e indissociável quando pensamos no pastel de massa folhada coberto de glacê açucarado. Atualmente também pode ser degustado no maior centro comercial do Norte do país, o NorteShopping.

Representante do distrito do Porto nas 7 Maravilhas Doces de Portugal, a Pastelaria e Confeitaria Moura, em Santo Tirso, é há muito um nome conhecido entre os apreciadores da doçaria nacional. Foi ali que nasceram os Jesuítas, uma receita centenária que se mantém inalterada e na mesma família.

Tudo se deveu a Joaquim Ferreira de Moura que criou a empresa em 1892, em conjunto com a mulher Luísa, que antes vendia nas feiras os ditos “doces de gaveta”. Quando contrataram um pasteleiro espanhol, crê-se que de Bilbau, onde existem doces com a mesma massa folhada, fizeram história.

Bastou Guilherme, um dos filhos do casal, regressar a Santo Tirso, já com a formação feita em pastelaria, para fazer a tal massa folhada mas com recheios diversos. E assim nasceram os Jesuítas, tal como depois vieram os Limonetes (outra das iguarias mais reconhecidas e saboreadas com a marca da Confeitaria Moura), os Pivetes ou as Fatias de Chocolate.

Hoje em dia, a quarta geração da família está na gerência da empresa e a quinta geração confeciona as receitas da bisavó Luísa e do avô Guilherme. Ali é tudo feito por eles à moda antiga e com ingredientes de qualidade.
É essa autenticidade genuína de qualidade e sabor que fez com que a Confeitaria expandisse: primeiro no Mercado do Bom Sucesso, no Porto, cidade onde os clientes são há muito fiéis e amantes daqueles pastéis de massa folhada amanteigada cobertos com um glacê crocante de açúcar; depois na Rua Rodrigues Sampaio, junto ao Rivoli, e recentemente abriu no NorteShopping, em Matosinhos.

Todos os produtos, doces e salgados, são confecionados na Pastelaria Moura em Santo Tirso e levados para os novos pontos de venda.
E já que passaram mais de 127 anos desde que a empresa foi criada, saiba que até há uma maneira ‘ideal’ de comer um Jesuíta: retirando o glacê em cima, abrindo a massa folhada ao meio e colocando ali o glacê.

Caso tenha comido Jesuítas de outra forma, também não se preocupe. Há agora quatro pontos da Confeitaria Moura onde pode comprar o pastel, sempre fresco e feito manualmente, assim como outras iguarias que deixaram Santo Tirso no mapa gastronómico e a família Moura no céu do palato de todos.

Sobre este autor

gentegiraein

Adicionar Comentário

Escrever comentário