Saúde, Bem-estar e Estética Turismo

Vale d’Oliveiras Quinta Resort & Spa apresenta projeto de decoração de interiores de 2,8 milhões de euros

O Vale d’Oliveiras Quinta Resort & Spa é um elegante resort de cinco estrelas entre Carvoeiro e Ferragudo, no Algarve. A celebrar quase dez anos desde a abertura, o resort algarvio iniciou recentemente um projeto de decoração de interiores com um valor de investimento a 2,8 milhões de euros, e será concluído de forma faseada durante os próximos 5 anos.

A propriedade apresenta uma localização de excelência devido à sua proximidade do melhor que o Algarve tem para oferecer durante todo o ano: praias internacionalmente premiadas, os melhores campos de golfe do mundo, uma paisagem envolvente, de inigualável beleza e uma oferta gastronómica de excelência!

Pelos milhares de comentários que tem nos sites de avaliação, os hóspedes intitulam o Vale d’Oliveiras como um oásis verdejante de pura tranquilidade e beleza natural.

O resort oferece um total de 104 unidades de alojamento, entre 22 quartos duplos, dois suítes e 80 apartamentos V1 e V2. Em termos de serviços, dispõe de um spa com cinco salas de tratamento, piscina interior aquecida, sauna, jacuzzi, ginásio, banho turco e piscinas exteriores.

Do lado da oferta gastronómica, o restaurante The Olive Tree tem uma carta de inspiração mediterrânica, que altera a cada época do ano. O Olive Bar para vinhos e tapas ao final do dia e, junto à piscina, o Jasmin Pool Bar & Restaurant, com um ambiente mais informal, dedicado a cocktails e noites temáticas no verão.

A propriedade conta ainda com uma horta biológica onde cultiva as suas ervas, árvores de fruto e todo o tipo de legumes e vegetais à disposição do Chef. É neste local que se encontra a “mesa do chef”, o local ideal para desfrutar de uma experiencia gastronómica distinta ou participar num workshop culinário.
O empreendimento turístico abriu em 2010 e conta com nove hectares de jardins imaculadamente tratados, todos os dias. A sintonia entre a arquitetura e o ambiente natural é de tal forma harmonioso, que sentirá esse efeito na sua pulsação ao entrar na imponente entrada guardada por palmeiras de ambos os lados.

Todas as alas (cinco no total) estão identificadas com diferentes variedades de azeitona, elemento central em todo o conceito do resort.
A arquitetura é também ela de inspiração mediterrânea, com construção de baixa densidade onde se destacam as perto de 200 chaminés tipicamente algarvias.

As unidades de alojamento estão bem distribuídas o que aumenta a privacidade, permitindo usufruir também dos imensos jardins. Em termos de interiores, as áreas são muito amplas e com muita luminosidade aumentando a sensação de espaço. As salas de estar, por exemplo, têm uma cúpula com cinco metros de altura, algo invulgar para um empreendimento turístico.

Nas zonas comuns, destaca-se o lobby com a sua sumptuosa cúpula. Foi dos primeiros espaços a ser intervencionado.
De acordo com o Diretor Geral, Eduardo Peregrino: “pretendia-se adicionar vida e melhorar todo o ambiente através da adição de mais e melhor mobiliário. Era necessário criar conforto para quem usufrui deste espaço, quer esteja a aguardar por um quarto ou simplesmente a relaxar. Notamos um aumento natural de hóspedes a passar mais tempo no lobby e o espaço ficou tão apelativo que decidimos acrescentar um bar. Esta parte só irá ser concretizada em época baixa”.

Além das zonas comuns, a maior parte do investimento aplica-se aos quartos e apartamentos. “A primeira unidade já foi concluída e está já a ser ocupada por hóspedes para obtermos o seu feedback real”, revela o Diretor.
Seguem-se mais 12 unidades em novembro de 2019 e mais 24 m 2020. O projeto está a ser concretizado pela Quinta Style Boutique Design, uma empresa especializada no setor hoteleiro, sedeada em Almancil.

A essência dos detalhes pretende transmitir uma sensação de tranquilidade, totalmente alinhado com o sentimento que o resort transmite a quem o visita. As cores são neutras com alguns detalhes mais “arrojados” obtidos através da conjugação de cores.

O papel de parede foi outro dos materiais utilizados, na sua maioria com alguma textura e que liga muito bem com o pavimento, algo que não foi mexido e que serviu de ponto de partida para todas as decisões. “Queríamos aumentar o conforto dos interiores e conseguimos isso com melhor harmonia de cores, quer do mobiliário, quer dos detalhes utilizados” acrescenta Eduardo Peregrino.

Destacam-se ainda os elementos decorativos nas paredes, com rendas e bordados portugueses. Segundo o Diretor Geral, existe uma grande preocupação em transmitir uma verdadeira cultura de autenticidade baseada na cultura portuguesa, isso está patente no serviço e era importante transportar para os espaços. Isso foi conseguido através desses mesmos elementos.

No geral, o Vale d’Oliveiras apresenta-se como um resort informal e alegre, contemporâneo e elegante. São esses os traços que vai encontrar nesta nova decoração.