Notícias

Nobel da Física para descoberta de exoplaneta a orbitar estrela semelhante ao Sol

O anúncio foi feito esta terça-feira de manhã pela Academia Real das Ciências da Suécia. Os astrónomos James Peeble, Michel Mayor e Didier Queloz são os galardoados com o Prémio Nobel da Física de 2019 pelas “contribuições para a compreensão do universo e do cosmos”.

O primeiro contribuiu “para melhor entender a estrutura do universo” e os outros dois descobriram um exoplaneta (planeta fora do Sistema Solar) a orbitar uma estrela semelhante ao Sol. Os três irão repartir o prémio monetário de nove milhões de coroa suecas (quase 828,5 mil euros).

James Peeble foi distinguido “pelas descobertas teoréticas na cosmologia física”. Nos últimos 20 anos, dedicou-se a estudar a radiação cósmica de fundo (forma de radiação eletromagnética que atravessa o universo desde o momento do Big Bang) e conseguiu criar uma “linha do tempo” da evolução do universo desde os primeiros segundos após o Big Bang até à atualidade.

Michel Mayor e Didier Queloz anunciaram, em 1995, a descoberta de um planeta fora do Sistema Solar que orbitava uma estrela semelhante à nossa. “Foi uma revelação que mudou para sempre a nossa perceção do lugar da Terra no nosso universo”, explicou Mats Larsson, presidente do Comité do Nobel da Física. Desde então que mais de quatro mil exoplanetas foram descobertos, alguns dos quais com a possibilidade de terem vida.

No ano passado, o Nobel da Física tinha sido entregue a Gérard Mourou, Arthur Ashkin e Donna Strickland por terem desenvolvido “ferramentas feitas de luz”.

Os anúncios dos Prémios Nobel de 2019 estão a ser feitos entre 7 e 14 de outubro. A primeira categoria vencedora foi Medicina. Depois da Física, seguem-se Química, Literatura (serão dois vencedores – o de 2018 e de 2019 – depois de ter sido suspenso, no ano passado, devido a um escândalo de abusos sexuais e crimes financeiros), Paz e Economia.

A cerimónia de atribuição acontece anualmente a 10 de dezembro, data de aniversário da morte do seu mentor, o industrial e cientista que inventou a dinamite Alfred Nobel.

Veja aqui o momento em que a Academia Real das Ciências da Suécia anunciou o Nobel da Física deste ano: