Turismo

A melhor solução para as viagens da sua empresa

A Globalis Viagens, agência especializada em viagens e eventos corporativos, celebra cinco anos de presença no mercado nacional. A multinacional iniciou o seu negócio em Portugal no ano de 2015, tendo desde então obtido um aumento de receitas em cerca de 500 por cento, com um crescimento de 75 por cento em 2018 quando comparado ao ano anterior. Fátima Silva falou sobre a identidade que define a empresa.

Podemos apresentar a Globalis como sendo ‘o braço direito’ das empresas?

Para ser sincera, parece-me exagerado posicionar- nos com o “braço direito” do cliente. Podem sim, apresentar-nos como parte da equipa, que presta um serviço dedicado, especializado e crítico, que contribui no dia a dia para o bem-estar, conforto e segurança dos viajantes, convidados ou colaboradores do cliente.

Dando o exemplo de uma empresa exportadora, a GLOBALIS é um elo fundamental da cadeia. É nesse sentido que participamos diretamente no desenvolvimento do negócio do nosso cliente.

Para elucidar-nos os nossos leitores, peço-lhe, então, que nos apresente a Globalis.

A Globalis é uma TMC (Travel Management Company) que concentra a sua atividade na área das Viagens e Eventos, especializada no segmento corporativo. Temos escritórios próprios em Portugal e no Brasil, agências de representação em Angola e Moçambique, agentes credenciados em 86 países e membros ativos da TSI – Travel Solutions International presentes em mais de 40 países. Por isso, orgulhamo-nos de oferecer uma solução integrada e verdadeiramente global.

Eventos corporativos, viagens, alojamento… A Globalis providencia tudo o que as empresas necessitam, seja internamente ou para os seus clientes. Neste caso, os seus parceiros são a vossa principal mais-valia…

Como referi a TSI e a rede de agentes credenciados em todo o Mundo, que são os nossos parceiros premium. Maioritariamente a relação com os parceiros é biunívoca, o que significa que, também os representamos em Portugal e no Brasil assim, o que permite desenvolver uma relação de confiança mútua, porque conhecemos a operação, desenhamos os projetos em conjunto e partilhamos a execução e o planeamento.

Este envolvimento, é particularmente relevante e sensível, quando estamos perante projetos nas aéreas de Viagens de Incentivo ou Motivação, ou até mesmo na produção e gestão dos Eventos culturais, desportivos e/ corporativos.

O que distingue a Globalis das restantes empresas do sector?

Por exemplo, se falamos de Viagens Corporativas o fator custos, segurança e qualidade de informação são as key questions. Evidenciar que o cliente esta a comprar a melhor tarifa, que tem todas as regras para decidir e é acompanhado em todo o processo, são princípios que levamos muito a sério. Para além de termos todos os processos certificados pela Certificação de Qualidade segundo os requisitos da NP EN ISO 9001/2015, desenvolvemos e disponibilizamos aos nossos clientes o programa “EVIDENCIA” que evidencia em tempo real as key questions que já referi.

São instrumentos que garantem e monitorizam o Rigor e o Compromisso.

E o que marca um evento com a garantia Globalis?

Em nosso entender o fator determinante para o sucesso de um evento é, antes de tudo, estarmos comprometidos e identificados com os objetivos e estratégia de comunicação do promotor do cliente do evento. Por isso somos por vezes “acusados” de exigirmos briefings pragmáticos e detalhados, com todas as envolventes e objetivos muito definidos. Diria que esta a nossa primeira marca diferenciadora, é conhecer o projeto e assumirmos o SLA de Realização.

Os eventos são projetos de grande investimento e visibilidade para o cliente, com pouco tempo de duração, o que significa que não há margem para imprevistos. Tudo tem de acontecer como previsto. A nossa segunda marca será a excelência do Planeamento e rigor na Operação.

Naturalmente que a nossa assinatura só está completa quando adicionamos a Criatividade e uma Criteriosa Gestão do Orçamento.

E quem é a mulher à frente da Globalis?

A mulher à frente da Globalis nasceu, cresceu, estudou e vive em Lisboa. Sou divorciada e mãe de duas filhas (costumo dizer que tenho 2 profissões: gestora e mãe…), gosto de estar em família, escrever, cinema, música e adoro conhecer, e dar a conhecer, o mundo. Profissionalmente, considero-me uma mulher dinâmica, pragmática e com uma boa noção das prioridades.

Como chega aqui?

Cedo percebi que o Turismo me seduzia, por isso a minha opção académica foi a licenciatura em Turismo e Gestão de Empresas Turísticas e ainda uma pós-graduação em Gestão na UCL. Comecei por estagiar na CWT, onde me apercebi da multiplicidade de fatores que tinha de conjugar, foi um excelente estágio. No entanto, iniciei a minha carreira profissional na hotelaria, que gostei bastante, mas, achei redundante o produto que tinha para oferecer.

Percebi que o meu lugar era conjugar vários produtos, aviação, hotelaria, transportes, guias, restaurantes e criar um serviço, em várias partes do mundo. Por isso decidi transitar para o setor das Agências de Viagens em 1991 para a agência onde tinha estagiado.

Em 1993 passei por uma outra agência Corporate e regresso à CWT em 2002. Fiz uma boa parte da minha carreira em empresas multinacionais, tendo desempenhado funções de direção em várias geografias.

Em 2015, com os meus sócios, percebemos que havia espaço para uma TMC de rigor, com modelos operacionais e financeiros disruptivos. E assim nasceu a GLOBALIS e aqui estamos, com motivação, a iniciar o nosso 6o ano de operação.

E como se avizinha o futuro?

Este setor, tal como outros na sociedade em que vivemos, é e será cada vez mais competitivo, por vários fatores nomeadamente, porque alguns prestadores de serviços insistem em entrar na cadeia de valor das AVs, disponibilizando produtos standards, isolados e aparentemente com boas condições, mas, sem qualquer valor acrescentado nem garantias.

Para nós o desafio está em manter o cliente no centro da nossa atenção e o nosso corpo de colaboradores no centro das nossas prioridades, nos últimos 5 anos conseguimos, uma curiosidade a este propósito: A GLOBALIS este ano foi distinguida como uma das 100 Melhores Empresas para Trabalhar em Portugal, iniciativa levada a cabo pela EXAME, em parceria com a Everis e a AESE – Business School. Obtivemos ainda o Primeiro lugar no setor de Atividades de Agências de Viagens e o Segundo no de Atividades e Serviços de Apoio.

Distinção que muito nos orgulha, mas, voltando à nossa visão de futuro, esta é a chave do sucesso, conseguindo manter esta estratégia estamos certo que o futuro nos se

Sobre este autor

Ana Leitão

Adicionar Comentário

Escrever comentário