Empreendedorismo Investimento

Rentabilize peças de arte com os serviços da Prestarte

A Prestarte inclui nos seus serviços, além da função de prestamista, a compra e venda de peças de arte, uma solução distinta no mercado. A atuação da empresa pauta-se por critérios de absoluta transparência, respeito pela lei e todos os regulamentos aplicáveis, assim como pelas melhores práticas do mercado de ativos de arte, garantindo um atendimento absolutamente confidencial, privativo, de grande reserva e discrição como referiu em entrevista o administrador da Prestarte, Joaquim Marques dos Santos.

Como surge a Prestarte e o porquê da aposta neste mercado e particularmente na arte?

A Prestarte surgiu em 2014 para exercer a atividade de prestamista tendo como artigos elegíveis, entre outros: objetos de pintura, artigos de joalharia, pratas e relógios, porcelanas e artes decorativas, arte sacra, peças de escultura e mobiliário de autor.

Mais tarde, em 2015, alargou a sua atividade para a compra e venda dos mesmos artigos.

Quais as vantagens das soluções apresentadas pela Prestarte? (Os juros baixos são a principal mais valia?)

A atividade encontra-se devidamente regulamentada e é regularmente escrutinada. A taxa de juro é a taxa que é fixada pelo Banco de Portugal, no início do ano.

Como é feita a avaliação de bens e como é que o cliente pode chegar a vocês?

A avaliação é feita por técnicos especializados nos vários tipos de bens anteriormente referidos. O contacto com a PrestArte, por parte dos clientes, pode ser pessoal, telefónico ou via internet.

Como é realizada a venda das peças de arte? Através de leilão ou de uma loja virtual/física? (Como funciona e como podem participar nos leilões?)

A venda de bens da Prestarte, obtidos quer através de compra direta a clientes, quer obtidos por incumprimento de clientes, é feita diretamente pelos interessados, através de exposição na nossa galeria virtual disponível no nosso site (não temos loja virtual), sendo a compra efetivada presencialmente, e através de parceiros nacionais ou estrangeiros.

Nos casos de incumprimento de clientes nos empréstimos concedidos é feito um leilão público, sempre com a supervisão da ASAE, em data marcada e publicitada de acordo com a lei. Neste leilão pode licitar qualquer interessado nos bens a leiloar, os quais poderão ser vistos na exposição feita nas instalações da empresa pelo período de 10 dias que antecede o leilão, também de acordo com a lei.

Para além do serviço prestamista, o cliente pode procurar a Prestarte para a venda de peças de arte? De que forma?

Sim. A metodologia é a mesma da seguida para a atividade prestamista.

Com a pandemia da COVID-19 houve uma maior procura pelos serviços da Prestarte ou existiu uma quebra?

Com a pandemia nota-se efetivamente uma quebra na procura.