Destaque Turismo

2 anos de Federação Portuguesa do Caminho de Santiago

A Federação Portuguesa do Caminho de Santiago (FPCS)celebrou, no passado dia 17 de maio, dois anos de existência e ampla atividade. Conta atualmente com cerca de meia centena de associados em território nacional, ao longo das várias vias históricas de peregrinação no nosso país, entre Municípios e Associações de Apoio ao Peregrino, encontrando-se outras 40 entidades, atualmente, em processo de adesão, as quais irão reforçar o intuito da Federação Portuguesa do Caminho de Santiago em se constituir como fator de coesão nacional em torno da temática jacobeia.

Constituída há dois anos e atualmente presidida pelo Município de Vila Pouca de Aguiar, sua entidade fundadora, a FPCS foi pensada como uma associação sem fins lucrativos e entidade de coesão nacional, destinada a trabalhar o Caminho Português de Santiago como um todo, em continuidade com os restantes Caminhos de Peregrinação a Santiago de Compostela, na Europa. A FPCS é também uma das grandes apostas da Federação Europeia do Caminho de Santiago numa estratégia de continuidade na classificação do Caminho de Santiago como Itinerário Cultural Europeu, classificação atribuída há mais de 30 anos pelo Conselho da Europa. Sob a égide do Turismo de Portugal e da DGPC, e após 4 anos de trabalho, nasceu assim, em 17 de Maio de 2019, a FPCS

Entre as atividades realizadas pela Federação Portuguesa do Caminho de Santiago nestes dois anos, destacam-se de seguida as mais relevantes:

– Renovação da Certificação do Caminho de Santiago como Itinerário Cultural Europeu, pelo Conselho de Europa, válida até 2023.

– Comemoração do «Dia Europeu do Caminho de Santiago», iniciativa que em 2020 se suspendeu devido à pandemia, e que este ano se tentará retomar em Outubro, com atividades temáticas simultâneas em todos os Caminhos de Santiago na Europa.

– Protocolos de colaboração com a Federação Europeia do Caminho de Santiago, com várias entidades Regionais de Turismo e com Comunidades Intermunicipais ao longo dos Caminhos de Santiago Portugueses.

– Participação no Conselho Consultivo de Certificação do Caminho de Santiago em Portugal.

– Elaboração e Colaboração em Processos de Certificação dos Caminhos Portugueses (Caminho Interior, Viseu-Chaves e Coimbra-Viseu; Caminho de Torres; Caminho Minhoto Ribeiro; Caminho Central).

– Desenvolvimento de novos Projetos de Dinamização e Certificação nacional de Vias Históricas de Peregrinação a Santiago de Compostela (com especial incidência na Zona Centro).

– Adesão contínua de novos membros, desde a data de fundação da Federação (17/05/2019), apesar dos constrangimentos inerentes à pandemia, bem como a informação e apoio às entidades em processo de adesão.

– Programação de Atividades envolvendo a Federação e a Junta da Galiza, a partir de Outubro de 2021, na retoma das peregrinações seguras e celebração do Ano Santo.

– Promoção, Divulgação e Inovação no Caminho de Santiago, em Portugal.

Nenhuma descrição de foto disponível.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário