Destaque Turismo

Braga, um território com História

Com fortes ligações históricas e religiosas a Santiago de Compostela, a cidade de Braga, também ela um dos maiores centros religiosos peninsulares, constitui um ponto de passagem obrigatório dos vários itinerários da fé estabelecidos em território nacional, como é o exemplo dos “Caminhos de Peregrinação a Santiago de Compostela”.

Coincidindo, no seu traçado, com segmentos das antigas vias romanas, ou as mais bem recentes Estradas Reais, à cidade de Braga chegam e partem o “Caminho Central Português por Braga”, o “Caminho de Torres”, que com origem em Salamanca entra em território nacional por Almeida, seguindo por Lamego e Guimarães, se junta ao Central por Braga, para depois seguirem unidos até encontrarem, já nas imediações de Ponte de Lima, o grande eixo nacional de peregrinação a Santiago de Compostela, o Caminho Central Português.

Braga é também, ponto de partida de caminhos que a ligam a Santiago de Compostela, como é o caso do “Caminho da Geira e dos Arrieiros”, que iniciando o seu trajeto nesta cidade, percorre as paisagens deslumbrantes dos Concelhos de Amares e Terras de Bouro, para entrar em território Espanhol pela “Portela do Homem”.

Um outro itinerário, com início na Cidade de Braga e término em Santiago de Compostela, é o “Caminho Minhoto Ribeiro”. Caracterizado em território nacional como uma rota cultural, este caminho sustenta-se num antigo eixo viário, de comunicação entre Braga e Melgaço, aonde chega, após ter atravessado os concelhos de Vila Verde, Ponte da Barca, Arcos de Valdevez e Monção.

Este trajeto encontra-se homologado em território Galego, como Caminho de Peregrinação a Santiago de Compostela, possibilitando, deste modo, a quem o percorra, e à semelhança dos anteriormente descritos, a obtenção da “Compostela”.

A bimilenária Cidade de Braga, as suas gentes, o seu riquíssimo património cultural, onde sobressai o património religioso, evidenciado pela diversidade de igrejas e capelas, coroadas pela ancestral Sé Catedral, constituem um dos momentos mais marcantes, para os peregrinos que se desafiam a chegar a santiago de Compostela por estes itinerários.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário