Atualidade Notícias

Teletrabalho pode regressar

O aumento do número de casos e os alertas em torno da 5.ª vaga da pandemia pode trazer o regresso do teletrabalho. A ministra Ana Mendes Godinho garante que o Governo está a acompanhar a situação.

O Governo de António Costa assegura que está a acompanhar a evolução do número de casos de Covid-19 e a ministra do Trabalho, não afasta a possibilidade de regressar ao teletrabalho.

“Naturalmente vamos acompanhando a situação e, como sempre, vamos avaliando e implementando em cada momento as medidas que sejam necessárias. Essa tem sido, aliás, a atuação permanente que temos feito”, declarou a governante.

Acrescentando que “é em função do nível de risco que vão sendo avaliadas as medidas”.

Na semana passada, a ministra Marta Temido admitiu que “todos os cenários” estão em cima da mesa, relativamente à quinta vaga da pandemia. A ministra apelou à toma da terceira dose da vacina para os maiores de 65 anos.

Sobre se o país está preparado para dar resposta a uma quinta vaga, a ministra respondeu: “Estamos a assistir à situação da Europa, onde países muito robustos estão debaixo de uma quinta vaga muito evidente. É o caso da Alemanha. Nós temos de fazer a nossa parte, estamos preparados para responder o melhor possível”.

Especialistas da Faculdade de Ciências admitiram que o país pode estar a entrar na 5.ª vaga de Covid-19 e defenderam o reforço da vacina em grupos etários onde os novos casos têm aumentado, mesmo que tenham baixo risco de doença grave.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário