Gastronomia

Taberna São Jorge: Sinta-se em casa, fora de casa

Não se trata de um restaurante qualquer, o que faz dele único são as suas diferentes peculiaridades e diferenças, que o fazem sentir em casa. A Taberna São Jorge conta com um ambiente calmo e familiar onde os clientes são mencionados como amigos da casa. Situada em Mozelos e com excelentes avaliações no mundo digital, pode esperar deliciar-se com soberbas refeições.

João Baptista estava emigrado há dez anos no norte de Londres, em Inglaterra, quando surgiu a oportunidade de abrir um pequeno negócio em Portugal, na sua terra, mais concretamente em Mozelos, em Santa Maria da Feira. Para homenagear o nome de família da parte da mãe decidiu nomear o seu restaurante de Taberna São Jorge.

Referindo o que mais importa e aquilo que faz crescer água na boca, passemos às especialidades deste humilde espaço. Na carta existem várias propostas da cozinha tradicional portuguesa, principalmente pratos de carne, onde se incluem carnes maturadas, aliás as carnes constituem as preferências do trabalho de cozinha de João Baptista. Para além disso, há ainda opções mais internacionais, com pratos com influência mexicana e italiana. Se preferir pode optar
pelas deliciosas tapas ou pelos requintados grelhados, onde se incluem algumas variedades de peixe. Aos domingos conte com cabrito assado, vitela assada e um especial e delicioso cozido à moda antiga – uma receita da sua avó que permanecerá em segredo.

O espaço faz de facto jus ao seu nome, fazendo lembrar uma verdadeira taberna. Confortável e acolhedor, trata-se de um restaurante com um ambiente familiar, mas tem ainda outra caraterística que o valoriza: enquanto se delicia com a sua refeição, tem a oportunidade de o fazer com música ao vivo. Adicionalmente existe a opção de marcar eventos privados com capacidade para dezenas de pessoas. No setor em que se encontra, a pandemia trouxe alguns transtornos. Sem a ajuda do Estado, João Baptista pode contar com os seus amigos para superar esta crise imposta pela Covid-19. Lentamente, vai recuperando e menciona que não se pode queixar, “o negócio vai melhorando à medida que o tempo passa”.

O futuro deste restaurante passa pela continuidade da recuperação pós-pandémica e, num futuro mais longínquo, pelo aumento do espaço na sua dimensão. “Uma pessoa tem de ser sonhadora, mas tem de sonhar um dia de cada vez”, conclui o empresário. A fazer quatro anos neste novembro, no dia 18, o potencial da Taberna São Jorge passa pela comida confecionada sempre na hora e pelo conforto que o espaço faz sentir. Marque a sua experiência com
antecedência e aproveite o encanto desta Taberna, onde prevalece a qualidade e não a quantidade.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário