Empreendedorismo Turismo

AP Hotels & Resort: “Saber receber é o que nos distingue”

O cenário de umas férias em família no Algarve cabe todo dentro do AP Hotels & Resorts. A grande dimensão do resort, porém, não compromete a sensação de hospitalidade e o conforto que qualquer família anseia encontrar ao chegar ao hotel é amplamente correspondido.

Como pode retratar a criação e o percurso do Grupo Hoteleiro AP Hotels & Resorts nos últimos anos?

O Grupo AP Hotels & Resorts começa a tomar forma em 2007, quando foi adquirido o Adriana Beach Club Hotel Resort pelo grupo MADRE, detido pelo nosso presidente António Parente.

Em dezembro 2015 são adquiridos o emblemático hotel de cidade de Faro, o Hotel Eva, e em Portimão o Hotel Oriental. A aquisição de ambos é justificada com a consolidação feita nos anos anteriores e com a necessidade natural de um crescimento sustentado, nascendo assim com 3 unidades o Grupo AP Hotels & Resorts.

Em 2016, o grupo AP, acrescenta mais duas unidades ao seu portfolio, desta vez em Tavira com o renovado Maria Nova Lounge Hotel e no final do ano com o Victória Sport & Beach na zona de Albufeira.

Mais recentemente, em dezembro 2017 o grupo adquire o Cabanas Park.

Quais os hotéis que pertencem ao grupo?

O grupo AP Hotels & Resorts conta atualmente com 5 hotéis na região do Algarve: o Adriana Beach Club Hotel & Resort localizado na praia da Falésia, o Eva Senses Hotel situado no centro da cidade de Faro, o Maria Nova Lounge Hotel em Tavira, o Oriental Hotel na praia da Rocha e o Victoria Sport & Beach em Açoteias (Albufeira).

Temos um projeto em curso em Cabanas de Tavira, com a construção de raiz de uma unidade nova que vai incluir a renovação do atual Cabanas Park Resort. Teremos, pois, um novo resort com cerca de 300 quartos. A conclusão deste projeto está prevista para verão de 2021.

Podemos referir, que há oferta para todos os gostos?

Seguramente que conseguimos afirmar que os nossos hotéis conseguem agradar a todo o tipo de clientes/segmento, pois todos eles são bastante distintos uns dos outros, desde a sua localização até ao seu conceito.

O Adriana Beach Club Hotel & Resort em regime de tudo incluído, está muito direcionado para famílias, o Maria Nova Lounge Hotel e do Oriental Hotel apresentam o conceito Adults Only onde se pretende aliar a qualidade dos quartos a um sentimento de tranquilidade , o Eva Senses Hotel mais direcionado para o cliente business e o Victoria Sport & Beach, um hotel apartamento que inclui um centro desportivo sendo pois muito vocacionado para o desporto mas também para famílias.

Sob o lema, “Saber receber é o que nos distingue”, quais os serviços e experiências que proporcionam ao vosso cliente

Neste ano atípico, grande foco no serviço e claro nos protocolos de segurança e higiene. O binómio segurança / qualidade está a ser assegurado por exemplo ao definirmos tetos máximos de ocupação de forma a limitar o número de clientes e assim assegurar uma estadia mais tranquila nas undiades. A aposta em novos espaços de restauração como o restaurante português no Adriana um espaço super moderno que disponibiliza com menus servidos, o que melhora a experiencia do regime all inclusive ou o Eva Senses Market que é um novo espaço, moderno / trendy, que recria o ambiente de um mercado gourmet que inclui uma mercearia com disponibiliza produtos com identidade regional. Tentamos igualmente ser criativos com o lançamento de pacotes e experiências diferenciadoras

No Algarve a oferta no ramo da hotelaria é enorme. Como se posicionam e como se diferenciam?

Tal como referido atrás todas as nossas unidades apresentam conceitos diferentes e esse é um ponto diferenciador. A opção por unidades vocacionadas para adultos é um fator bem diferenciado o que ajudar a destacar as mesmas, pois não existem assim tantas no mercado algarve. Igualmente temos apostado fortemente da total renovação das unidades garantindo que os nossos clientes têm acesso a produtos modernos funcionais e com excelente relação qualidade -preço. Todos os anos são realizadas investimentos consideráveis em todas as unidade de forma a dota-las de motivos extra para a visita como por exemplo, os já afamados Roof Top bares do Eva Senses Hotel e do Maria Nova Lounge Hotel –  Nomad Lounge Terrace Bar e no Oriental Hotel-  Mandala.

Um dos mais recentes pacotes de oferta é o “Pacote Ilha deserta”, fale-nos um pouco desta oferta?

Faro sendo a capital do Algarve, é mais reconhecida pela sua vertente de negócios do que propriamente de lazer, tanto a nível do cliente nacional como do cliente internacional.

Nos últimos anos temos verificado uma maior procura do cliente internacional pela cidade, que aproveitam uns dias pela cidade tanto para começar ou para terminar as suas férias no Algarve.

O Pacote Ilha Deserta surge com o objetivo de associar mais o conceito de lazer à cidade de Faro, e totalmente focado no cliente nacional, em que o lema é “venha conhecer um Algarve ainda por muitos desconhecidos”.

Faro oferece uma riqueza natural, gastronómica e cultural excecionais, mas precisa de se dar mais a conhecer.

Em parceria com a empresa marítimo turística Animaris, criamos um pacote onde os clientes podem aliar o conforto do Eva Senses Hotel, à descoberta de uma das maravilhas naturais do nosso país, a Ria Formosa ou simplesmente relaxar o dia inteiro na praia da Ilha Deserta, que como o nome indica, é uma ilha onde o distanciamento social não será um problema.

O Grupo AP Hotels & Resorts é uma instituição ativa na preservação dos interesses do Algarve. Sinónimo disso foi a cedência do Cabanas Park Resort, para que a mesma possa acolher doentes, quarentenas e profissionais de saúde durante a pandemia da Covid-19. Qual o rescaldo desta iniciativa e de que outras formas vincam os interesses da região do Algarve?

O grupo AP Hotels & Resorts está seguramente de mãos dadas com a região Algarvia, e podemos dizer que a componente solidária está nos genes do grupo. As entidades da região acabaram por nos contactar recentemente e sim já colaborarmos recentemente com a ARS algarve para alojamento de staff medico na unidade. Ou seja, a oferta mantem-se ativa.

O Grupo AP Hotels & Resorts está a desenvolver um vasto programa de prevenção, controlo e proteção sobre a Covid-19, em que consiste esse programa?

O programa de prevenção, controlo e protecção sobre a Covid-19 visa acima de tudo assegurar o bem-estar e conforto de todos.

Todas as unidades do Grupo AP Hotels & Resorts têm o selo do Turismo de Portugal “Clean & Safe” que reforçam o nosso empenho em cumprir todas as regras e orientações dadas pelas entidades competentes.

O programa em prática, consiste, entre outras medidas, em:

– Formação a todos os colaboradores sobre boas práticas de higiene;

– Sensibilização a todos os clientes, de forma a que se mantenham protegidos e atentos;

– Os protocolos de limpeza e higiene foram completamente revistos de forma a garantir a máxima segurança a todos;

– Dotar as unidades de equipamentos tanto de proteção individual aos colaboradores como em equipamentos de ponta existentes no mercado que visam a máxima proteção e higienização das instalações.

A pandemia veio abalar o setor do turismo. Como tem sido a procura neste período de reabertura e como ultrapassar os desafios impostos pelo novo coronavírus?

Estamos a sentir diferentes níveis de procura por hotel. O Adriana Beach Club com o regime tudo incluído tem tido uma elevada procura. Os clientes, principalmente famílias, têm demonstrado preferência por este regime pois têm todos os serviços disponíveis no resort evitando as saídas para o exterior. Igualmente este resort estendesse por uma área de 17 hectares, ou seja, tem muitos espaços exteriores.

– As zonas mais sensíveis foram protegidas, como restaurantes e piscinas, de forma a garantir os elevados níveis de segurança e mantendo o conforto dos hóspedes;

O Oriental Hotel e o Maria Nova Lounge Hotel, pelo conceito que disponibilizam, Adults Only, demonstram também uma boa procura por parte dos clientes.

O Eva Senses Hotel por ser um hotel vocacionado para o business e por ter normalmente mais procura de clientes internacionais, tem demonstrado um nível de procura mais baixo, bem como o Victoria Sport & Beach em Albufeira, por existir uma grande oferta nesta região de alojamento idêntico (apartamentos 4****)

De que forma deslumbram o futuro e quais os grandes objetivos para o futuro?

O tema Covid torna as previsões muito complicadas. Para 2021, podemos dizer que estamos a trabalhar em projeções pessimistas que passam por um cenário de 2ª vaga, sem vacina e com receio generalizado de viajar e cenários otimistas em que a população se habituou a viver nestes novos tempos e com uma vacina a sair a qualquer momento de forma a aumentar a confiança. Se a situação se mantiver como a que vivemos hoje pois teremos um 2021 interessante, não a um nível normal / 2019, mas sem dúvida com uma procura interessante com segmentos como as viagens de lazer e as viagens de negócios a regressarem a níveis quase normais. As famílias têm demonstrado grande vontade em viajar sobretudo o mercado nacional e a aposta terá de passar pelos mercados de proximidade onde claro se inclui o espanhol.