Destaque Empreendedorismo

ACOM: A Raça Churra Galega Mirandesa

A conjugação entre os diversos fatores edafoclimáticos, económicos, fundiários, geográficos e históricos, deram origem a um vasto Património Genético, as raças autóctones portuguesas, prova viva da biodiversidade Nacional, destacando-se no Nordeste Transmontano, nomeadamente no Planalto Mirandês, a raça que adotou a toponímia da região, a raça Churra Galega Mirandesa.

A Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Raça Churra Galega Mirandesa (ACOM) assumiu a gestão do Livro Genealógico em 1998, tendo como missão a manutenção e proteção dos animais desta raça, existindo atualmente 5.300 animais – os quais ainda se encontram em extinção.

A ACOM atualmente possui uma equipa técnica especializada para responder às necessidades dos produtores, desde consultadoria a apoio técnico e veterinário. Também responsável pela comercialização da carne da Churracoop, a ACOM destaca-se ainda pelo excelente trabalho social, fruto das visitas mensais que fazem, mitigando, por vezes, a solidão da profissão.

O Concurso Nacional da raça em abril e a participação na Feira dos Sabores Mirandeses, realizada em fevereiro – com um dia gastronómico dedicado inteiramente ao Cordeiro Mirandês – são os principais certames em que a ACOM participa, contando com o apoio do Município de Miranda do Douro.

Esta raça possui animais rústicos de porte pequeno, com a particularidade de, nos animais brancos, possuírem o chamado careto – ponta do nariz, ponta das orelhas e os olhos circundados de preto -, o seu velo, de cor branca ou preta, é extremamente longo, constituído por madeixas compridas e pontiagudas. A extensa da lã da churra permite fazer face ao inverno rigoroso que assola a região, fazendo jus ao ditado popular: “nove meses de inverno e três de inferno”

O papel da raça Churra Galega Mirandesa nos sistemas agrícolas e florestais é fundamental. Agrega uma utilização eficiente dos recursos disponíveis, utilizando produtos com pouco ou nenhum aproveitamento, e oferecendo uma melhoria do rendimento económico da população rural e contribuindo para a sua fixação. Para além da obtenção de um produto de excelente qualidade, com caraterísticas organoléticas únicas, o “Cordeiro Mirandês ou Canhono Mirandês” é um produto qualificado com Denominação de Origem Protegida (DOP), desde 2012.

Esta raça possui duas aptidões: a lã, outrora valorizada e usada no vestuário. Atualmente apenas é utilizada no artesanato, colchas, tapetes, meias dos Pauliteiros, ou sob a forma de burel na capa de honras Mirandesa. E a carne, comercializada através da Churracoop – Cooperativa de Ovinos Mirandeses, CRL, fundada por produtores com o objetivo de valorizar a produção, é apreciada e valorizada principalmente nos meios urbanos, a qual chega a casa do consumidor fruto das adaptações efetuadas às atuais contingências provocadas pela pandemia da Covid-19.

Reportagem em Mirandês:

La Raça Churra Galhega Mirandesa

De la lhigaçon feita antre alguas causas defrentes que ténen a ber cun ls suolos i cun l tiempo, ls eiquenómicos, las tierras, ls giográficos i ls stóricos, todos eilhes, bien antrelhaçados, ampeçórun por dar ampeço a un grande Patrimonho Genético, las raças outóctones pertuesas, proba biba de la biodebersidade Nacional, abultiando ne l Nordeste Trasmontano, specialmente ne l Praino Mirandés, la raça que quedou cun l nome de la region, la raça Churra Galhega Mirandesa.

L’Associaçon Nacional de criadores de Canhonos de Raça Churra Galhega Mirandesa   (ACOM) ancargou-se de l’ourientaçon de l Lhibro Ginialógico an 1998, tenendo cumo finalidade l cuidado i la guárdia de ls animales desta raça, habendo hoije al redor de 5.300 animales-   inda s’ancuntrando an bias de zaparecer.

Hoije, la ACOM ten un grupo técnico antendido para dar cunta de las necidades de ls pordutores, dezde la consultadorie  a l’ajuda técnico i beterinairo.

Tamien se responsabliza pula benda de la chicha de la Churracoop, la ACOM inda se fai ber pul eicelente trabalho social, por bias de las bejitas que fai todos ls meses, alibiando, a las bezes, la falta de cumpanha que hai neste oufício.

L Cuncurso Nacional de la raça an Abril i la partecipaçon na Feira de ls Sabores Mirandeses, fai-se an febreiro – c’un die gastronómico dedicado solamente al Canhono Mirandés- son ls percipales acuntecimientos an que participa la ACOM, cuntando cun l’ajuda de l Munecípio de Miranda de l Douro.

Esta raça ten animales rejistentes de pequeinha grandura, specialmente, ne ls animales brancos, tenéren l chamado careto- la punta de l nariç, punta de las oureilhas i uolhos arrodeados de negro -,  la sue lhana, de quelor branca ou negra, ye mui comprida, feita por pildrachos compridos i algo afilados. La lhana abultiada de la churra fai cun que rejista melhor al friu que fai nestas paraiges, fazendo ser merecedora de l dito dezideiro popular: “Nuobe meses de eimbierno i trés de einfierno.”

La figura de la raça Churra Galhega Mirandesa ne ls sistemas agrículas i florestales ye  amportante. Ajunta ua outelizaçon porbeitosa de ls recursos prontos, outelizando pordutos cun pouco ou ningun aporbeitamiento, ouferecendo ua melhorie de l rendimiento eiquenómico a las gentes rurales i ajudando a la sue mantenéncia a la tierra.  Para alhá de obtener un perduto de eicelente culidade, cun caraterísticas únicas que apúran ls sentidos de l cuorpo, “Canhono Mirandés ou Cordeiro Mirandés” ye un porduto culificado cun Denominaçon de Ourige Portegida ( DOP), dezde 2012.

Esta raça ten dues baléncias: la lhana, dantes balorizada i usada na roupa.

Hoije solo ye usada ne l artesanato, colchas, tapetes, meias de ls Pauliteiros ou na forma de burel na Capa de Honras Mirandesa. I la chicha, bendida pula Churracoop – Cooperatiba de Canhonos Mirandeses, CRL, fundada por pordutores cun la finalidade de balorizar la porduçon, ye apreciada i balorizada percipalmente ne ls meios urbanos, adonde chega a la casa de l cunsumidor an resultado de las adptaçones que fúrun feitas a las atuales cuntingéncias causadas pula pandemia de la Covid-19.

Agradecimento especial ao Prof. Duarte Martins

Associação Nacional de Criadores de Ovinos de Raça Churra Galega Mirandesa
Posto Zootécnico de Malhadas
5210-150 Malhadas