Arquitetura e Design Empreendedorismo

“O acompanhamento direto ao cliente é a minha prioridade”

Deprumo

Da audácia e profissionalismo de um jovem engenheiro nasce a DePrumo, empresa da área da construção, sediada em Loulé, que se dedica à “construção de raíz ou remodelação de habitações ou espaços comerciais”.

Especialista na área de construção e renovação de habitações e espaços comerciais, a DePrumo nasce pelas mãos de Christian da Ponte, um jovem engenheiro, formado na Universidade do Algarve que abraçou o desafio de se lançar no mercado por conta própria. “No início do meu percurso ganhei experiência em empresas de engenharia aqui do Algarve e do norte, acompanhei muitos projetos, mas soube desde o início que gostava muito mais de obra do que de ficar fechado no gabinete”. O lado empreendedor de Christian não passa despercebido, no entanto, reconhece que é precisa “resiliência e coragem” para trabalhar por conta própria, uma vez que “a carga horária, o stress, a gestão de todos os processos” são muito exigentes.

Quando Portugal atravessava a última crise, Christian percebeu que “as remodelações iam representar a maior fatia do negócio da construção em Portugal. A maior parte do edificado é da década de oitenta ou noventa e, portanto, tinha de ser remodelado, fosse a nível de instalações elétricas, canalização ou outras pequenas intervenções. Também a nível de decoração, as pessoas começaram a mostrar um maior interesse. As cozinhas e as casas de banho, por exemplo, passaram a ser renovadas com muito mais frequência, na expectativa de seguir as tendências”.

A DePrumo oferece ao cliente todo o tipo de serviços, tendo-se especializado no serviço chave na mão. “Na maioria dos projetos que fazemos o cliente não tem de se preocupar com nada. Tenho uma equipa para a parte da execução e quanto às subempreitadas confio este trabalho aos meus parceiros. A empresa tem neste momento dez colaboradores diretos e 43 indiretos, que contratamos mediante o volume de trabalho”.

Num mercado que é cada vez mais diversificado como o mercado do Algarve, a empresa de Christian trabalha com clientes de diversas nacionalidades, como “suecos, ingleses, irlandeses ou alemães, sendo que “50 por cento dos nossos clientes ainda são portugueses”.

Na maioria das construções ou reconstruções que faz, e que vão desde a Quinta do Lago a Vilamoura, Quarteira ou Loulé, Christian destaca o facto de, sobretudo os clientes estrangeiros, gostarem de “preservar as caraterísticas tradicionais das construções portuguesas. Muitos deles vêm para cá e fazem questão de adquirir os nosso hábitos e parte da nossa cultura”.

Nos últimos anos a DePrumo teve um “crescimento muito substancial, sobretudo no último ano”. Christian sabe que este crescimento se deve à solidificação da equipa própria e de parceiros com quem trabalha. “É preciso ter a certeza que trabalho com as pessoas certas, de confiança e de qualidade, para poder aceitar vários trabalhos ao mesmo tempo e assim crescer”. Para um futuro próximo, o objetivo é “manter a faturação e elevar cada vez mais os padrões de qualidade” da empresa onde “todos os clientes são acompanhados detalhadamente durante todo o processo” e com que Christian gosta de “estabelecer uma relação próxima e de amizade” para lá do trabalho.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário