Arquitetura e Design Empreendedorismo

A emoção e poesia de Justina Klybaite

Natural da Lituânia, Justina Klybaite reside há cerca de um ano em Almancil e promete ser um dos bons destaques da arquitetura de interiores do próximo ano no Algarve. Para esta arquiteta e designer de interiores, o sul de Portugal surge como uma oportunidade de afirmação pessoal, depois de vários anos a trabalhar para grandes entidades corporativas em Londres.

Formada em arquitetura pela Royal College of Art, Justina Klybaite direcionou imediatamente o seu percurso profissional para o design de interiores, uma longa paixão da arquiteta, que durante anos trabalhou lado a lado com a prestigiada Anouska Hempel, um nome que dispensa apresentações no que respeita a arquitetura de interiores.

Como a própria admite, em conversa com a IN Corporate Magazine, muito do seu traço é inspirado em premissas de sensibilidade de Anouska Hempel. “O meu trabalho baseia-se na emoção, em criar efeitos e experiências nas pessoas. Sou formada em arquitetura mas o meu trabalho é totalmente direcionado para os interiores. Sou apreciadora de um projeto dramático, com beleza estética de design e poesia. É isso que me motiva em cada projeto, independentemente do budget”.

Foi no inverno passado, após vários anos a trabalhar com alguns
dos maiores players de Londres, que Justina chegou ao Algarve e implementou em Almancil o atelier Justina Klybaite Studio, onde trabalha por conta própria. Casada com um algarvio, o sol do Algarve foi a cereja no topo do bolo, para a arquiteta se fixar no Algarve.

“Este studio foi a oportunidade de começar a trabalhar os meus próprios projetos e ter uma relação de maior proximidade com os meus clientes. Ainda hoje tenho mais clientes de Londres do que de Portugal, mas as condições logísticas são ótimas. Por aqui tenho já algum trabalho espalhado por Almancil e também Olhão, um mercado interessante para mim. Tenho também um projeto na Comporta para um cliente de Londres e estou ainda a avaliar a possibilidade de trabalhar em alguns projetos em Lisboa”, explica Justina Klybaite a propósito deste primeiro ano em Portugal.

Questionada sobre o trabalho com clientes de nacionalidade portuguesa, a arquiteta de interiores indica que os seus clientes são todos estrangeiros mas que tem expectativas em conhecer o cliente português a partir do próximo ano.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário