Destaque Turismo

Desfrutar de leitão na companhia do sossego do Bussaco

Mealhada, conhecida pelos seus espumantes e pelo leitão, tem atualmente muito para oferecer a quem se aventurar nos seus encantos. Nesta viagem encontramos enoturismos cheios de história, museus e arte contemporânea, hotéis de charme e sabores únicos. Por aqui pode-se fazer um pequeno desvio, até à tranquilidade do Bussaco onde a terra e o céu se encontram.

O Caminho de Santiago no território do concelho da Mealhada não apresenta grande dificuldade e é incrivelmente belo. Atravessa percursos urbanos típicos da região bairradina, de pequenas dimensões e com características sociais bastante típicas e pitorescas. Pelo caminho, o peregrino encontra monumentos – especialmente de natureza religiosa – bastante interessantes e ainda, zonas de vinha, de pinhal, de bosque de sobreiro e carvalho, com rios e riachos. Trata-se de um trajeto com todas as qualidades para uma vivência agradável que culminará, naturalmente, na degustação da gastronomia com maior notoriedade do território nacional português, o Leitão!

No concelho da Mealhada, entre muitas outras atrações – como caves, experiências enoturísticas e especialmente vivência de sensações gastronómicas – o visitante poderá visitar a estância termal de Luso e a Mata Nacional do Bussaco – um deserto carmelita com 400 anos que se constitui como a maior reserva dendrológica da Europa.

No final da etapa, na cidade da Mealhada, o peregrino tem ao seu dispor uma ampla oferta de alimentação e de alojamento – desde um albergue de peregrinos clássico até residenciais, pensões e hotéis. A muito pouca distância, o visitante pode preferir, em Luso e no Bussaco, ofertas de 4 estrelas e hotéis históricos. Ao longo do caminho o caminheiro encontrará toda a espécie de serviços de apoio – farmácias, supermercados, padarias, serviços multibanco, etc..

Para além da divulgação do caminho junto de potenciais peregrinos e potenciais turistas, o município da Mealhada tem procurado trabalhar junto das comunidades por onde passa o Caminho de Santiago no sentido de serem todos, cada pessoa, o melhor dos hospitaleiros – no acolhimento e no apoio aos peregrinos. Este trabalho tem dado os seus frutos e já se sente, que muitos dos habitantes da Mealhada dizem ter saudades dos peregrinos, que tantas vezes nem conseguem perceber.

O município tem também trabalhado no sentido da certificação do Caminho e da melhoria contínua da sinalética. Além disso, os esforços estão centrados em melhorar os serviços de apoio – logístico, de descodificação da paisagem, mas também de socorro – aos peregrinos que atravessam o território da Mealhada, especialmente durante a marcha.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário