Empreendedorismo Turismo

Rota dos Mosteiros (de Grijó à serra do Pilar)

Vila Nova de Gaia é um destino turístico procurado pela beleza das suas praias, pela idiossincrasia do seu Centro Histórico ligado ao Vinho do Porto e pelos seus monumentos únicos que são Património da Humanidade (mosteiro da Serra do Pilar e Ponte Luís I). Contudo, nas últimas duas décadas, o concelho tem sido procurado por um número sempre crescente de peregrinos que percorrem o Caminho Central Português, rumo a Santiago de Compostela.

O troço do Caminho de Santiago que atravessa, ao longo de cerca de 15km, o território gaiense, percorre lugares das antigas freguesias de Grijó, Sermonde, Perosinho, Canelas, Mafamude e Santa Marinha. Trata-se de um percurso muito diversificado que, apesar de situada num concelho com grandes transformações a nível viário e urbanístico, ainda conserva o bucolismo das paisagens rurais, os arruamentos das antigas aldeias com casas centenárias, a riqueza de atravessar uma zona florestal (a serra de Negrelos), terminada num troço mais urbanizado, ao longo do leito da antiga estrada real, que conduz o peregrino até à travessia do rio Douro.

Esta diversidade permite satisfazer as necessidades contemplativas, de concentração e convívio com a natureza, com a vantagem de estar sempre perto de pontos de apoio, para visitas culturais, assistência, pernoita ou toma de refeições. Refira-se a existência de um albergue de peregrinos em Grijó. A sua localização junto a antigos mosteiros (Grijó e Serra do Pilar) ou nas imediações de outros (Pedroso e Corpus Christi) é também uma mais-valia, já documentada por peregrinos/viajantes, famoso, como Bartolomé de Villalba Y Estaña (1575). Confalonieri (1594) e Cosme II de Médicis e a sua comitiva (1660).

Para além dos seus relatos de viagem, existem referências culturais à peregrinação, ao Apóstolo e aos santos peregrinos (S. Gonçalo e S. Roque), em Gaia, estando estas bem patentes nas capelas, fontes e festas a Santiago, na tradição das lendas e orações, na iconografia daqueles santos e na literatura oral popular.

Existem também derivações de antigos trilhos de peregrinação do Caminho em várias freguesias do Concelho, quer seguindo o caminho interior concelhio, quer o do litoral.

São estas especificidades, aliadas à amenidade do clima, à existência de um percurso plano, à hospitalidade das suas gentes e à presença de vasto património, com ligação ao Apóstolo, que fazem do troço que atravessa Vila Nova de Gaia um Caminho Único.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário