Empreendedorismo Turismo

Arronches: onde o património histórico inspira a dinâmica do futuro

As três freguesias de Arronches encerram monumentos de inigualável riqueza histórica, núcleos museológicos que preservam a memória de uma região e uma extraordinária gastronomia que tem a cozinha alentejana como base, mas são as suas gentes, que tão bem sabem receber, que fazem do concelho uma terra única, que merece a visita.

Concelho que integra o distrito de Portalegre, Arronches faz fronteira com a província espanhola de Badajoz e mais concretamente com o município de La Codosera. Estes dois povos têm uma relação de grande amizade, não só pela proximidade local, estando parte dos seus territórios separados pela Ponte Internacional Mais Pequena do Mundo, localizada no lugar de Marco, freguesia de Esperança, como pelo convívio entre as comunidades, que no seu dia-a-dia permanecem em frequente contacto.

Na “forte Arronches”, assim cantada por Luís de Camões n’Os Lusíadas, encontra-se um valioso património, com destaque para monumentos como, entre outros, a Igreja Matriz e a Igreja Nossa Senhora da Luz, a Fonte do Vassalo, a Fonte de Elvas, a Torre Medieval e Fortificação Abaluartada ou a Ponte do Crato, em Arronches, a Igreja de Nossa Senhora da Esperança, o Casario Típico ou as Pinturas Rupestres, em Esperança e a Igreja de Nossa Senhora da Graça, em Mosteiros. Também os núcleos museológicos guardam memórias de outros tempos e a história de uma população, com destaque para o Centro Interativo da Ruralidade, para o Museu de (a) Brincar e para o Museu de Arte Sacra, na freguesia de Assunção ou ainda para o Centro Interpretativo de Identidade Local de Esperança.

Estes são pontos de interesse que ao longo de todo o ano atraem o turismo do país vizinho, que, depois de percorrer as ruas de Arronches e sobretudo a zona histórica da vila, onde se destacam os portais e janelas góticas e manuelinas, aproveita para desfrutar da excelente gastronomia deste território nos espaços de restauração do concelho, que a autarquia promove com a realização das Quinzenas Gastronómicas do Porco, do Bacalhau e da Caça e da Rota dos Petiscos, esta agendada sempre para o período de verão. É precisamente nas épocas mais quentes do ano que se verifica maior movimento, com as infraestruturas balneares do concelho a serem bastante procuradas, tal como o contacto com a natureza proporcionado na Zona Ribeirinha que percorre as margens do Rio Caia e da Ribeira de Arronches e, igualmente junto a esta, no Açude de Mosteiros.

Como forma de fomentar o turismo internacional, nomeadamente o espanhol, o Município de Arronches tem participado em vários certames para promover o concelho, tal como Fehispor – Feria Hispano Portuguesa, em Badajoz, a Feria Raiana de La Codosera ou ainda, para um público alvo mais generalizado, na Bolsa de Turismo de Lisboa ou na ExpoAlentejo, em Elvas.