Empreendedorismo Turismo

Oliveira de Frades: peregrino / vinde ao h / spital de r/ eigozo, q (ue) eu / vos darey / cazacam / aagoafo / go azeyte / e sal

A inscrição do Padrão da Albergaria, referência histórica da antiga Albergaria de Reigoso (fundada em 1195, por vontade do Alcaide Cerveira e Elvira Rabaldes), é um testemunho da passagem dos Peregrinos de Santiago, pelo território de Oliveira de Frades.

Este concelho integra o Caminho de Santiago Caramulo e Vale do Vouga, que faz a ligação entre Viseu e Albergaria-a-Velha, unindo o Caminho Interior ao Caminho Central ou Português.

Em Oliveira de Frades atravessa quatro freguesias e tem início em Santiaguinho (no limite com Paços de Vilharigues – Vouzela), terminando nas Benfeitas (no limite com Ereira – Sever de Vouga).

Ao longo dos 19 km, com passagem por diversas aldeias, zonas florestais e caminhos agrícolas; abundam recantos bucólicos que favorecem a introspeção que esta Caminhada exige.

A escolha do traçado baseou-se na existência de vestígios históricos associados à peregrinação a Santiago de Compostela. O peregrino percorre diversos troços existentes da antiga via romana, que de Viseu ia entroncar perto de Águeda, na via militar de Aeminium (Coimbra) a Cale (Gaia); e mais tarde conhecida por estrada “velha ou do peixe” (importante via de comunicação medieval, que ligava o interior ao litoral), onde se cruzavam almocreves e peregrinos.

Ao longo do Caminho o património é rico e diversificado: diversos troços da estrada romana, fontes, cruzeiros e alminhas. No património religioso edificado, revestem-se de especial importância a Capela de Santiaguinho e a Igreja Paroquial de Reigoso, local de culto importante para os peregrinos. A construção deste templo está também associada ao Alcaide Cerveira, patrocínio confirmado pela inscrição embutida numa das paredes do templo. Destaca-se também o portal da fachada principal decorado com uma vieira, símbolo jacobino.

Encontra-se concluída a requalificação da antiga Escola Primária das Benfeitas em Albergue de Peregrinos. A intervenção dotou o edifício de condições físicas, de conforto e sanitárias, para os peregrinos recuperarem física e mentalmente entre jornadas.

Financiado pelo PDR2020 – via ADDLAP, terá uma lotação máxima de 10 peregrinos e foi inaugurado a 25 de julho (dia de Santiago). Antes da sua inauguração está prevista a reformulação, limpeza e remarcação do trajeto do Caminho de Santiago no concelho.

N.º de Apoio ao Peregrino e Albergue de Peregrinos – 961 786 064.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário