Empreendedorismo Turismo

Santa Marta de Penaguião, caminhada respirar o Douro

O Troço de Santa Marta de Penaguião distingue-se pela sua riqueza paisagística, privilegiado pelos seus miradouros. O trajeto acaba por se tornar fácil, porque é aprazível. Na sua longitude existem vários pontos de paragem com serviços para ajudar os caminheiros, muita restauração e alojamento alternativo ao albergue.

Em Santa Marta de Penaguião, a região do Douro brinda a travessia, não apenas com suas vistas panorâmicas de grandes altitudes, mas também com as suas gentes e tradições. E se diz o dito popular que ‘sem pão e vinho, não há caminho’ – importa salientar que nesta região produzem-se alguns dos melhores vinhos do mundo. Um dos principais pontos deste trajeto é a subida à capela de Santa Bárbara, um momento importante para abrandar a caminhada, respirar a brisa do Douro e apreciar uma da paisagem única.

A diversidade entre o vale vinhateiro e as escarpas da Serra do Marão no horizonte tornam este troço idílico, no meio da natureza.

Para além disso, o troço cruza o seguinte património: a Igreja Paroquial de São João de Lobrigos, o Pelourinho em Santa Marta de Penaguião, ambos considerados Imóveis de Interesse Público. Para além destas passagens por monumentos culturais e religiosos, o caminheiro poderá visitar o Museu das Caves Santa Marta, rico em história do vinho, a Igreja Paroquial da Cumieira, detentora de pinturas de Nasoni, e ainda o admirável Miradouro de Santa Bárbara na Cumieira, com paisagens de perder de vista.

Para além destes destinos, e caso seja possível deter-se um pouco mais por este berço do Douro, poderá visitar as cascatas refrescantes na Veiga e na Praia fluvial de Fornelos, que se encontram ligeiramente fora do percurso.

O município de Santa Marta de Penaguião tem mantido a preocupação com possíveis constrangimentos no troço no que toca à sua manutenção, bem como com a manutenção do albergue que acolhe os caminheiros – sempre devidamente limpo e higienizado (neste momento encontra-se a cargo da IPSS de Santa Eulália da Cumieira). De referir que no albergue estão a ser finalizados os trabalhos no tratamento do piso, a colocação de railes de segurança e o reforço de sinalética, para conforto e segurança de todos.

Num projeto em conjunto com outros municípios, têm sido realizadas pequenas obras para melhorar as condições do Caminho, a sinalética e a remodelação de albergues. A requalificação da Casa do Cantoneiro é também um projeto de futuro, onde o caminheiro poderá recolher informação útil sobre o caminho e os produtos endógenos locais, entre outos.

Para pernoitar os caminheiros podem recarregar energias em vários locais. No Hotel Oásis, um alojamento com pequeno-almoço incluído, quarto com WC privativo. Na Quinta Solar da Portela, um alojamento com pequeno-almoço incluído, quarto com WC privativo (mediante disponibilidade). No Albergue de Bertelo, com quartos e WC partilhados (estilo beliches), pequeno-almoço mediante disponibilidade. Na Magnificat Wine Boutique Hotel & Spa – perto do percurso –, alojamento com pequeno-almoço incluído e quarto com WC privativo. Na Quinta da Pousada – Pousada da Cumieira, perto do percurso – alojamento com pequeno-almoço incluído e quarto com WC privativo (mediante disponibilidade).

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário