Atualidade Notícias

Autarquias do Norte absorveram 40% dos fundos do Portugal 2020

Marca Portugal vale mais de 190 milhões

Os municípios da Região Norte captaram cerca de 40% fundos do Portugal 2020. Um sexto dos 1,4 mil milhões de euros aprovados até junho foi absorvido pelos municípios do Porto, Matosinhos, Braga e Gaia.

De acordo com a publicação ‘Norte UE Dinâmicas dos Fundos Estruturais na Região do Norte’, no âmbito da Política de Coesão, o valor nacional atingiu os 3,5 mil milhões de euros, ficando o Norte com a fatia maior de apoios, cerca de 40%.

O boletim refere os projetos da esfera municipal apoiados no Norte totalizaram, até junho, mais de 1,4 mil milhões de Euros, com um total 3.276 candidaturas aprovadas.

O lugar de destaca continua a ser dos municípios (80%) enquanto principais promotores de operações da esfera municipal, sendo que a Norte, 22 dos 86 concelhos da região concentram mais de 50% do fundo aprovado.

O documento divulga que quase um sexto do apoio atribuído a este tipo de operações continua a ser associado a quatro concelhos — Porto, Matosinhos, Braga e Vila Nova de Gaia — os concelhos mais populosos da região, que concentram cerca de 25% da população.

Por seu lado, os 52 concelhos de baixa densidade do Norte, que representam 19% da população residente e 77% da superfície territorial, concentram cerca de 39% do fundo aprovado para operações de esfera municipal.

O concelho de Braga é o que regista o maior crescimento (mais 13 milhões de euros), seguido de Penafiel, Gondomar e Felgueiras com acréscimos acima dos 9 milhões de euros.

O relatório divulga também que, de entre as 35 prioridades de investimentos apoiadas, apenas quatro concentram cerca de 60% do fundo aprovado, em áreas, no domínio da Sustentabilidade e eficiência no uso de recursos, que vão desde a reabilitação urbana (21%), infraestruturas de educação (14%), à mobilidade urbana sustentável (13%) e ao ciclo urbano da água (12%).

O capital humano surge em segundo lugar das prioridades da região, onde se destaca o investimento em infraestruturas de educação com cerca de 14%.

Do montante aprovado no Norte, para operações da esfera municipal, cerca de 56 % foi executado até 30 de junho de 2021, um valor que ultrapassa a média nacional de 54%.

O relatório destaca ainda que face ao período homólogo de 2020, no Norte foram aprovadas mais 684 operações (mais 26%), correspondendo a cerca 272 milhões de euros de investimento elegível (mais 19%).

Também de acordo com o Boletim NORTE UE, a análise da taxa de realização (relação entre fundo executado e aprovado) permite destacar três sub-regiões, designadamente o Alto Minho, o Douro e o Alto Tâmega.

Sobre este autor

INcorporate

Adicionar Comentário

Escrever comentário