Atualidade Covid-19 Notícias

Casos da variante Ómicron confirmados na Europa, 13 dos quais em Portugal

cóvid ómicron
Imagem: Gerd Altmann (Pixabay)

Pelo menos seis países da União Europeia (UE) confirmaram infeções pela nova variante do coronavírus, incluindo Portugal. Os 13 casos positivos detetados no plantel da equipa de futebol do Belenenses SAD são da nova variante, depois de um dos atletas ter estado na África do Sul.

Estes são os primeiros casos confirmados em Portugal da nova variante, explicou hoje em comunicado o Instituto Nacional Ricardo Jorge (INSA). As pessoas infetadas e também os respectivos contatos vão permanecer isolados e serão submetidos a testagem regular ao 5º e ao 10º dia, “independentemente do estado vacinal e do nível de exposição”. A ideia é “garantir a quebra das cadeias de transmissão” do surto, justifica o INSA, “enquanto se aguardam mais informações relativamente à transmissão, impacto e efetividade vacinal contra a variante Ómicron”. Além destes casos, ficam também em isolamento profilático pessoas que tenham estado na África Austral nos últimos 14 dias independentemente de estarem ou não vacinadas.

Entretanto os voos de e para Moçambique estão suspensos desde as 00:00 de hoje por decisão do Governo e foi imposta quarentena obrigatória a passageiros oriundos de um conjunto de países africanos.

Desde que na passada sexta feira de manhã aparecerem os primeiros alertas sobre a nova variante do coronavírus comunicada pela África do Sul, e classificada pela Organização Mundial da Saúde como “preocupante”, a Europa começou a registar vários casos. Em pelo menos seis países da EU, a que se soma o Reino Unido, foram confirmados contágios pela nova variante cujo grau de perigosidade ainda está a ser estudados pelos cientistas, mas sobre a qual já se sabe que apresenta várias mutações.

A OMS explicou este domingo que “ainda não é claro” se a nova variante é mais contagiosa e se causa efeitos mais graves nas pessoas infectadas. Já esta segunda-feira alertou, contudo, para o risco que representa a nível global.

O aparecimento da nova variante chega numa nova vaga da pandemia na UE, à qual muitos estados estão a responder com o endurecimento de medidas sanitárias como a vacinação obrigatória e o reforço com a terceira dose da vacina. Fora da União Europeia também já foram detectados casos pela nova variante, como na Austrália e em Israel, passando este país a proibir a entrada a todos os viajantes estrangeiros a partir de hoje e durante pelo menos duas semanas. Marrocos também já suspendeu todos os voos do estrangeiro.

Sobre este autor

João Malainho

Adicionar Comentário

Escrever comentário