Empreendedorismo Líderes de Sucesso

“A formação ao longo da vida é fundamental para sermos bons profissionais”

“Apaixonada pela vida, destemida e ambiciosa”, suportada por uma família “maravilhosa” e por amigos que a ajudam a enfrentar qualquer dificuldade. É assim que se define Bárbara Ribeiro, consultora imobiliária da Dahouse. Apesar da juventude (tem apenas 32 anos) é com os pés bem assentes na terra e com grande lucidez que fala do competitivo mercado em que trabalha e dos seus objetivos. Uma profissional que transmite confiança, honestidade e curiosidade constante em aprender com os outros. É de Vizela com orgulho, o que a leva a ser uma “ lutadora”, como percebemos ao longo desta entrevista.


Como é que entrou neste mercado da mediação imobiliária?

Quando terminei a minha licenciatura em enfermagem, emigrei para França onde estive durante aproximadamente dois anos. Após esta enriquecedora e intensa experiência, decidi voltar para o meu país, abraçando novos desafios. Foi nessa altura, há sete anos, que o ramo imobiliário entrou na minha vida. Trabalhar com e para as pessoas é uma paixão e por isso decidi dar este passo. Sempre foi uma área de grande interesse e curiosidade para mim.

Quais considera serem as suas principais qualidades enquanto consultora?
Quando iniciei a minha atividade nesta área, sabia que tinha uma série de competências pessoais e sociais que são uma mais-valia. Sou uma pessoa empática e comunicativa, o que facilita o contacto com o cliente, a compreensão das suas necessidades e características, bem como potencia o desenvolvimento de um possível negócio. Valorizo muito a honestidade e transparência, pois considero serem valores importantes na condução de todos os processos. O gosto pela aprendizagem e pela procura de formação técnica e de capacitação constante, faz com que esteja atualizada em relação às práticas a utilizar nesta área de negócio. A facilidade em dominar as línguas estrangeiras também tem sido uma mais-valia, quer para mim, a nível profissional, como para a empresa, uma vez que me tornei especialista no mercado estrangeiro, podendo promover este serviço a mais um nicho de mercado.

É fácil ser mulher e ainda tão jovem neste mundo tão competitivo do imobiliário?
O ramo imobiliário é visto como uma área de muita competitividade e daí ser entendida como uma área difícil. No entanto, não receio ter alguém melhor e mais qualificado do que eu no mercado, pois aprendo com essas pessoas. Ninguém é bom sozinho. Utilizo os meus pontos fortes para atingir os meus objetivos e reconheço os que necessito de melhorar. Procuro aperfeiçoá-los cada vez mais, a fim de me tornar cada vez melhor profissional e melhor pessoa. É verdade que ser uma mulher jovem nesta área, nem sempre é fácil. É um mercado que sempre foi desempenhado por homens e por isso, enfrento por vezes, alguns preconceitos e situações menos agradáveis, tanto a nível de clientes como de colegas de profissão. A dificuldade por vezes, não é só ser mulher, é ser mulher num meio que não está regulado e profissionalizado. A falta de profissionalismo, independentemente do sexo, ainda está muito presente nesta área. Procuro colocar em prática tudo o que vou aprendendo com outras mulheres que são inspiradoras para mim e acreditar que o caminho faz-se caminhando.

O que a levou a optar pela DAHOUSE?
A DAHOUSE é um projeto recente, liderado por Daniel Almeida que iniciou a sua atividade no ramo imobiliário em 2008. Para além de um amigo, é hoje uma das maiores referências no mercado imobiliário do país. Procura formar empresários/as de sucesso para que estes sejam capacitados a tomarem decisões e desenvolverem um espírito empreendedor. Assim nasce um outro projeto, a “Academia Dahouse”, que para além de formar empresários, capta talentos no sector imobiliário. É uma empresa com a qual eu me identifico. Acredito nos seus valores e missão. Proporciona-me um ótimo ambiente profissional que me faz sentir apoiada e realizada todos os dias.


Que tipo de serviços têm ao dispor dos clientes?
A DAHOUSE garante uma prestação de serviço de excelência. Trabalhamos diariamente com o compromisso de satisfazer o cliente, aliando o know-how alicerçado em muitos anos de trabalho e executando as melhores práticas do sector. Trabalhamos com cada cliente individualmente e negociamos tendo em conta o seu interesse. Ao escolher a DAHOUSE tem ao seu dispor agentes imobiliários profissionais e conhecedores do mercado e, todos os sistemas e ferramentas necessários para agilizar e facilitar todo o processo de compra/venda de um imóvel, tais como serviços de apoio ao crédito habitação, seguros, parcerias especializadas em obras/remodelação e uma equipa de marketing e multimédia disponível para uma melhor promoção e divulgação dos imóveis.

Como carateriza atualmente o mercado? Que tipo de imóveis têm tido mais procura? E quais as zonas mais atrativas também?
Neste momento o mercado encontra-se inflacionado, uma vez que existe grande procura por parte dos compradores e que a oferta não acompanhou essa demanda. No meu entendimento, muito por fruto da crise que o mercado da construção imobiliária sofreu, no período que todos nós passamos pela vinda da troika e da grave crise financeira das construtoras, levou a uma estagnação da construção de imóveis. Com a retoma da economia, os compradores foram adquirindo maior poder de compra, no entanto a oferta como era escassa, fez com que os preços subissem. Nos tempos de hoje, existe sempre uma grande procura de imóveis nos centros da cidade, desde construções novas, a imóveis de investimento para serem remodelados e colocados posteriormente no mercado para arrendamento. No entanto, com a crise pandémica que vivemos e devido a todas as limitações e privações que enfrentamos, tem-se notado um acréscimo na procura de imóveis com algum terreno/espaço exterior nas periferias das cidades.

O que sente que os clientes procuram num(a) consultor(a) imobiliária? O que faz realmente a diferença?
Os clientes querem alguém que compreenda as suas necessidades, alguém que saiba dar resposta àquilo que procuram, alguém em quem possam confiar. Procuram honestidade, transparência, profissionalismo e que possa dar todo o apoio e suporte necessário. Comprar casa é um projeto que exige muita seriedade.

Tem algum conselho a dar a outras jovens que ponderem entrar no mundo do trabalho através da mediação imobiliária?
As mulheres têm contribuído muito para o ramo imobiliário e isso pode ver-se na percentagem de mulheres em lugares de liderança nesta área. O sucesso depende da atitude perante os desafios. Assim sendo, a forma como agimos perante eles vai fazer com que os resultados que definimos, aconteçam. É necessária muita paciência, motivação e otimismo. Os resultados não surgem instantaneamente, é necessário semear para colher. A formação ao longo da vida é fundamental para sermos bons profissionais, para além de competências técnicas, um consultor imobiliário deve possuir a resiliência e a vontade de fazer a diferença num mercado concorrencial.

Quer deixar-nos uma mensagem para o novo ano que se avizinha, em particular para os seus clientes?
Quero agradecer a todos os que contribuíram para mais um ano de sucesso, em especial para todos os clientes que têm confiado no meu trabalho. Quero também fazer votos de boas festas e que 2022 seja um ano de concretização de sonhos