Mundo Empresarial

Os melhores citrinos à sua mesa

A laranja do Algarve é uma das grandes protagonistas desta edição. Rumámos até Faro, mais concretamente até à Cordeiro & Filhos, onde fomos recebidos por Carlos Cordeiro e Célia Madeira. Nesta conversa com a IN Corporate, recordaram a génese do negócio, fundado há mais de 30 anos, que se dedica à produção de citrinos de grande qualidade.

Marcar a diferença pela superioridade do produto é a premissa da Cordeiros Filhos, que acredita que “só se tem qualidade trabalhando e procurando variedades novas.” Os citrinos são o negócio da família há já mais de 30 anos. “Isto começou com o meu pai, em 1974, e depois passou para mim e o meu irmão. Primeiro só comprávamos e vendíamos no mercado e depois abrimos com os citrinos”, começou por contar Carlos Cordeiro.

O clima e a qualidade dos solos da região permitem uma produção de excelência durante o ano todo. “Hoje já se consegue produzir o ano inteiro. A laranja é o produto que nós temos de mais excelência, e o que temos mais condições de produzir. Temos todo o tipo de citrinos.” Com uma área de produção superior a 200 hectares, a Cordeiro & Filhos orgulha-se de disponibilizar citrinos de ótima qualidade no mercado. Carlos Cordeiro confidencia que o segredo está no cuidado ao longo de todo o procedimento. “Tratar bem começa logo na floração, é uma das partes principais, que é agora nesta altura, e depois ao longo do crescimento do fruto vai-se vendo as carências que tem, para que quando chegue à maturação esteja tranquilo”. Hoje a empresa está a aumentar o número de hectares face ao crescimento da produção.

A qualidade inquestionável dos citrinos produzidos e comercializados pela Cordeiro & Filhos ditou o sucesso da empresa algarvia que tem vindo a consolidar a sua presença no mercado em Portugal. “Conseguimos escoar o nosso produto no mercado nacional. E fazemos também entregas ao cliente, especificamente em Lisboa e no Porto.” A empresa produz, seleciona e embala toneladas de laranjas. “Daqui da central sai para o nosso cliente. Internamente há um ganho de tempo e um controle. É diferente se fizermos um contrato com uma empresa externa e vamos estar dependentes desse contrato.”

Na perspectiva de Carlos Cordeiro este ano houve uma boa produção: “produzimos anualmente à volta de 40 toneladas por hectare.” O produto é certificado, um reconhecimento que assegura a qualidade dos citrinos do Algarve. “Essa certificação é cada vez mais importante, uma vez que constata que temos cuidado na produção e nos químicos.”

A somar aos citrinos, a Cordeiro& Filhos também tem estufas e áreas hortícolas. “É o meu irmão que está nessa área. Sempre tivemos e continuamos a ter, com produtos de excelente qualidade.” A par com os restantes produtores, a escassez de água é uma das principais preocupações da Cordeiro &Filhos, um problema que já é recorrente na região do Algarve. “A chuva é zero. O ano passado não foi um ano tão mau. Mas este ano sim. Normalmente começa-se a regar em abril e este ano começou-se já em janeiro. “Célia Madeira defende que é urgente tomar medidas. “As autoridades competentes têm de se preocupar e têm de chegar à frente.”

Para o futuro o Carlos Cordeiro pretende expandir a área de produção nos citrinos. “Isto não se pode parar, hoje tem de se produzir cada vez mais com qualidade. Temos de acompanhar sempre o mercado.”

Sobre este autor

João Malainho II

Adicionar Comentário

Escrever comentário