Atualidade Notícias

São João do Porto com música em três palcos e fogo de artifício

As festas de São João estão já aqui à porta. Este ano, devido às obras para a nova linha do metro, não há concerto nos Aliados e o fogo de artifício será lançado a partir do rio.

Comemorada anualmente de 23 para 24 de junho, a noite de São João no Porto volta a ter música, fogo de artifício e milhares de pessoas nas ruas, mas de uma forma ainda condicionada sobretudo pelas obras que decorrem no centro da cidade.

Durante a apresentação do programa de festas, que decorreu esta terça-feira, no Palácio de Cristal, o presidente da Câmara da cidade esclareceu que “descentralizar” foi a solução encontrada pela autarquia. A festa contará com três palcos em funcionamento na cidade, com o primeiro a abrir às 20h00 do dia 23 nos Jardins do Palácio de Cristal, onde vão atuar Romana, Saúl e Marante. Toy e José Malhoa são alguns dos nomes que vão animar os portuenses no segundo palco, instalado no Largo Amor de Perdição, na Cordoaria. As atuações começam às 22h00. Uma hora e meia depois será Chico da Tina a atuar na Praça da Casa da Música.

À meia-noite, será lançado o fogo de artifício, uma iniciativa partilhada entre os municípios do Porto e de Vila Nova de Gaia. Este ano com uma inovação, em vez de ser lançado a partir da Ponte D. Luís, será lançado a partir de “estruturas flutuantes instaladas no rio”. O tabuleiro inferior da Ponte D. Luís estará totalmente interdito à circulação pedonal. No tabuleiro superior, não será possível atravessar a pé a ponte a partir das 23h00. O metro do Porto vai cruzar a ponte até às 23h45, ficando posteriormente interrompido devido ao fogo de artifício e só “retomará quando for possível”.

Divertimentos em vários pontos da cidade

Por toda a cidade estarão à disposição zonas de diversão com carrosséis, carrinhos de choque, matraquilhos e barracas de farturas. Esta quinta-feira, começam a funcionar os divertimentos instalados no Jardim do Calém (Lordelo do Ouro) e na Avenida D. Carlos I (Passeio Alegre). Dia 15 de junho será a vez da Alameda das Fontaínhas, um dos locais mais emblemáticos das celebrações de São João, a começar a receber visitantes.

As áreas de lazer estarão abertas até dia 3 de julho, de segunda a quinta-feira das 12h00 às 23h00; às sextas-feiras, entre as 12h00 e a 01h00; aos sábados, entre as 10h00 e a 01h00; e aos domingos, entre as 10h00 e as 23h00.

Concertos nas freguesias

O programa das Festas de São João, este ano, conta também vários concertos distribuídos pelas sete freguesias da cidade, no fim de semana que antecede a grande festa (17, 18 e 19 de junho) e na noite de 23.

O grupo Diapasão, a Bandalusa e Quim Barreiros são alguns dos nomes que vão atuar pela cidade. O programa conta ainda com o concerto da Banda Sinfónica Portuguesa, na Concha Acústica dos Jardins do Palácio, no dia 24, a partir das 18h00, e as tradicionais Rugas de São João no dia 2 de julho.

A Câmara investiu 30 mil euros no programa, uma verba que Rui Moreira considera “perfeitamente razoável para aquela que é a festa popular mais importante do país”.  Relativamente à pandemia, o presidente da Câmara do Porto considerou que já toda a gente está “familiarizada com as normas de segurança”, remetendo para a “responsabilidade individual” de cada um o comportamento a adotar. Rui Moreira assegura que caso haja, por parte da Direção-Geral da Saúde alguma “indicação” sobre a matéria, o município “acatará”.

Tags