Turismo

Elvas, robusta e imponente

Elvas integra o Caminho da Raia que atravessa a fronteira com Espanha e tem como objetivo resgatar a história e o simbolismo da fé e da espiritualidade para peregrinos e caminhantes, através da oferta de experiências que permitam descobrir paisagens, hábitos e tradições populares, mas sobretudo a vivência do património religiosos existentes no território.

Elvas, desde cedo povoação importante a nível militar, religioso e económico, era ponto de passagem obrigatório dos caminheiros que a partir do sudoeste peninsular pretendiam chegar a Santiago de Compostela. Para esse efeito, ao lado da Igreja de São Tiago, edificada em 1272, foi construído o Hospital dos Romeiros, que albergava os que por aqui passavam. A Igreja de São Tiago foi doada por D. Afonso VI à Companhia de Jesus, que ali construiu a sua igreja e colégio entre o final do séc. XVII e o início do séc. XVIII. O Colégio Jesuíta funcionou até à expulsão da Companhia de Jesus do país, passando posteriormente a funcionar como Seminário Diocesano. A 10 de junho de 1880 foi ali inaugurada a Biblioteca Municipal de Elvas. Ainda assim, o culto a São Tiago permaneceu. O Colégio denominou-se de Santiago e ainda hoje os seus símbolos religiosos acompanham cada visitante desta biblioteca histórica.

Elvas é uma cidade Património Mundial desde 2012 e um local onde o visitante respira a história em cada recanto. São fundamentais as visitas às Fortificações Abaluartadas da Cidade e ao Forte de Santa Luzia, bem como ao Forte da Graça, ao Aqueduto da Amoreira, às duas Cercas Islâmicas e ao grande património religioso elvense, composto por 20 igrejas e 7 conventos. Não esquecendo ainda, o conjunto de museus da cidade, que inclui o Museu de Arqueologia e Etnografia, o Museu de Arte Contemporânea, o Museu da Fotografia, o Museu Militar e o Museu de Arte Sacra.

A valorização do Caminho de Santiago na sua passagem pelo concelho de Elvas é mais um dos projetos dinamizadores da história, do património cultural e do turismo em Elvas. Neste momento, em conjunto com a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo o Município está a tratar da implementação do Caminho da Raia, não pretendendo ficar por aí. O Município de Elvas pretende aprender mais com a Federação Portuguesa dos Caminhos de Santiago a com outras Autarquias e colocar essas experiências ao serviço do Caminho da Raia.

Sendo Elvas uma cidade de fronteira e onde existe uma forte dinâmica turística tem todas as infraestruturas necessárias para que o peregrino consiga ter a máxima comodidade e apoio.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário