Mundo Empresarial Turismo

Fundão, terra de acolhimento e de História

O Caminho que atravessa o concelho do Fundão é caracterizado por um mosaico de paisagens e tradições únicas ajustadas às características específicas de uma região montanhosa intercalada pelos férteis campos da Cova da Beira que valem por si só.

Ao longo do trajeto que atravessa o Fundão, o Peregrino é convidado a sentir as aldeias preservadas da Serra da Gardunha como Castelo Novo, Alpedrinha e Alcongosta, cujo património ancestral reflete a religiosidade do povo beirão, inserido um ambiente rural e descontraído onde predominam a calma e a tranquilidade. O património natural é um dos pontos fortes de ambas as etapas, plenas de experiências em todas as estações do ano. Destacam-se a floração de extensos cerejais na primavera, a colheita da cereja no verão, o outono em tons fortes e sugestivos dos bosques de castanheiros e carvalhais ou ainda a brancura da neve nos cumes das serras durante o inverno.

Este Caminho cruza diversos locais emblemáticos da região como a Barragem da Marateca em terreno plano utilizado para apascentar os rebanhos na sombra dos densos carvalhais e sobreirais. O Caminho atravessa ainda a Soalheira, vila caracterizada pelos seus rebanhos e pela produção de queijo. Classificada como paisagem protegida, a Gardunha alberga o castelo de Castelo Novo, importante centro militar desde 1202 associado à Ordem dos Templários, protetores dos peregrinos ao longo do caminho, cujo castelo é ainda hoje seu testemunho. A água e o granito são elementos essenciais que se conjugam nas fontes da aldeia e nas margens da Ribeira de Alpreade. A riqueza geológica e o património natural caracterizam a Serra da Gardunha e conferem-lhe o estatuto de paisagem protegida. As veredas da montanha conduzem-nos à aldeia de Alcongosta, importante centro de produção de cereja no país.

O Fundão é uma cidade com interessante centro histórico e o caminho até à Soalheira é acompanhado pela História da região – através de testemunhos deixados pelos romanos -, e através da natureza que acompanha todo este trajeto, com o vários cerejais e castanheiros, marcas do Fundão.

Localizadas em várias aldeias do concelho do Fundão A Casa da Romaria, a Casa do Bombo, a Casa do Barro, a Casa das Memórias António Guterres, a Casa da Poesia Eugénio de Andrade Casa das Tecedeiras e as aldeias do xisto de Janeiro de Cima e da Barroca são ótimas dicas para conhecer melhor as tradições e a cultura do Fundão.

Dada a inexistência de unidades de alojamento na Soalheira o Peregrino pode pernoitar nas instalações dos Bombeiros Voluntários da Soalheira. No entanto, em breve será formalizada a compra de um imóvel na vila da Soalheira que será o futuro Albergue do Peregrino dos Caminhos de Santiago. Além disso o Fundão oferece um grande leque de opções de estadia e restauração, no centro da cidade e na periferia.

Com o objetivo de melhorar a experiência do peregrino, o município do Fundão tem vindo a fazer algumas correções no traçado, nomeadamente entre a aldeia Histórica de Castelo Novo e Alpedrinha, e alguns trabalhos de manutenção. Será também formalizada em junho a compra de um imóvel na Vila da Soalheira que será o futuro Albergue do Peregrino dos Caminhos de Santiago.

Sobre este autor

INcorporate

Adicionar Comentário

Escrever comentário