Empreendedorismo Turismo

Viana do Castelo tem o Caminho no coração

O Caminho Português da Costa é um desafio apaixonante para aqueles que se movem pela fé e pela beleza das paisagens. Entre Porto e Valença, passando por Viana do Castelo, com uma distância de 149,5 quilómetros e uma dificuldade média-baixa, o Caminho conta com uma duração estimada de sete dias.

Sobre o Caminho Português, tal como para todos os outros, não se pode falar com rigor de um único caminho. O Caminho Português da Costa, que liga o Porto a outros concelhos costeiros, com a alternativa de ligação àGaliza, ultrapassando o rio Minho em La Guardia (frente a Caminha), Goian (através de Vila Nova de Cerveira) ou mesmo Tui (por Valença do Minho) era, segundo alguns historiadores, um dos eixos mais importantes para alcançar a casa do apóstolo em Santiago de Compostela.

Este caminho da orla marítima a partir do burgo portuense, passando por Matosinhos, Maia, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Esposende, Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença surgirácom a devida importância somente na época moderna, a partir do século XV, sendo utilizado pelas populações costeiras e pelos que desembarcavam nos portos marítimos.

Em Viana do Castelo, o Caminho Português da Costa conta com uma distância de 28,2 quilómetros, ligando a capital do distrito a Caminha, numa duração de aproximadamente oito horas e meia de percurso.

Para os caminheiros, no município vianense apresentam-se como pontos de destaque a Capela de S. Roque de Viana do Castelo, as colunas da antiga ponte de madeira (por onde passavam os peregrinos antes da existência da Ponte Eiffel), o Hospital Velho (construído durante o século XV, com o objetivo de prestar assistência a mercadores, peregrinos e viajantes, é um símbolo da assistência medieval e moderna prestada aos peregrinos que se deslocavam a Santiago), bem como a Igreja de Santiago de Castelo de Neiva.

Em finais de 2018, o Hospital Velho foi transformado em Centro Interpretativo do Caminho Português da Costa, depois de obras de reabilitação e apetrechamento. No espaço, o visitante poderá encontrar, para além de um conjunto de elementos enquadrantes e interpretativos do Caminho, um conjunto de informações relevantes para a conclusão da peregrinação.

Este é, pois, ponto de passagem e paragem obrigatória para todos os caminheiros.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário