Empreendedorismo Turismo

Chaves | Caminho Interior

Um encontro com a natureza e a história. Beleza exuberante, património único e água termal garantem momentos inesquecíveis.

Chaves, cidade portuguesa transfronteiriça, dista 8 km da fronteira Espanhola.  Fundada pelos romanos há 2000 mil anos, sob a égide de “Aquae Flaviae”, é cidade romana e termal, de beleza ímpar, que deslumbra convidando à descoberta.

A Ponte de Trajano e as Termas Medicinais Romanas, legados maiores, atestam a importância desta terra e das suas águas termais no Império Romano. As ruas estreitas do seu Centro Histórico exibem varandas coloridas onde se respira o ambiente medieval.  Mas há muito mais para descobrir: a Torre de Menagem, os Fortes de S. Francisco e S. Neutel, o Museu da Região Flaviense, o Museu Militar, o núcleo do Museu Ferroviário e o Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso, obra de Siza Vieira.

A união da natureza com a história faz-se percorrendo os vários percursos onde se vão revelando os traços que unem as pessoas com os espaços, as relações entre o Homem, a Terra e a Água, simbiose da identidade deste território. Aqui, imersos num ambiente natural, complementado pela autenticidade das gentes, a excelente gastronomia e vinhos locais de caráter surpreendente, se encontra um oásis de tranquilidade que desafia os sentidos e convida a desfrutar de múltiplas experiências ao longo dos Caminhos: o Caminho Português Interior de Santiago e a Via da Prata.

Nesta região, emergem as nascentes de águas termais usadas desde o tempo da romanização e cuja qualidade é, internacionalmente, reconhecida. No Caminho que é longo no concelho de Chaves, encontra dois locais de paragem obrigatória para que possa revitalizar-se para os muitos quilómetros que ainda lhe faltam completar. Falamos do Balneário Pedagógico de Vidago e das Termas de Chaves.

Situado na Vila de Vidago, conhecida desde sempre pela sua história e tradição no uso da Água Termal, o Balneário Pedagógico é o local perfeito para recuperar energias. Com vários tratamentos e programas pensados para todos os que procuram saúde e bem-estar, pode usufruir de uma massagem ou até mesmo de um mergulho na piscina dinâmica.

Depois desta paragem é tempo de se fazer ao caminho para mais etapa. E quando chegar a Chaves encontrará um local muito especial, junto ao Tâmega. Com uma Água Termal única e que brota a 76º, nas Termas de Chaves pode degustar desta preciosidade e ainda retemperar corpo e alma com técnicas comprovadas e profissionais de saúde de excelência.

Os sabores de Chaves são um permanente desafio ao palato com os imperdíveis pasteis de Chaves, o famoso presunto e o folar, o cozido transmontano, o arroz de fumeiro, o cordeiro assado no forno e a costela na brasa, não dispensando a batata e a couve penca. A completar o cardápio o mel, o leite creme torrado e as rabanadas com Porto, cujo paladar e aroma jamais se esquecem, enriquecem toda a viagem.

Sobre este autor

Sara Dâmaso

Adicionar Comentário

Escrever comentário