Atualidade Covid-19 Notícias

Escolas, saldos e tempo de isolamento: o que muda a partir de hoje

Teste Covid INCorporate Magazine

Portugal verifica atualmente um aumento das infeções da Covid-19, com a variante Ómicron a ser responsável por mais de 92% dos novos casos. Hoje entram em vigor algumas medidas anunciadas a semana passada pelo Governo de António Costa. Deixamos aqui um resumo do que muda a partir de hoje.

Contactos de alto risco (coabitantes) ficam sete dias em casa

A partir de hoje apenas as pessoas que tenham testado positivo à Covid-19 e que coabitem na mesma casa têm que cumprir isolamento, reduzido para sete dias. Quem tiver a dose de reforço da vacina não precisa de cumprir quarentena.

Escolas reabrem sem isolamento de turmas

Os estabelecimentos de ensino reabrem, com as turmas a deixarem de ter de realizar isolamento caso algum elemento teste positivo à Covid-19.

Saldos e promoções

Os saldos e as promoções passam a ser permitidos nos centros e estabelecimentos comerciais. As lojas passam a ter uma lotação máxima de uma pessoa por cinco metros quadrados.

Certificado digital para restaurantes, hotéis e espetáculos

Mantém-se a obrigatoriedade de apresentar o certificado digital em estabelecimentos de restauração, turísticos e de alojamento local, espetáculos culturais, eventos com lugares marcados e ginásios. As pessoas que já tomaram a dose de reforço há mais de 14 dias não precisam de fazer teste no acesso a locais e eventos. Para os restantes casos, será exigido um teste obrigatório para visitas a lares, visitas a doentes internados em estabelecimentos de saúde, em grandes eventos ou eventos sem lugares marcados e ainda em recintos improvisados e desportivos.

Teletrabalho continua a ser obrigatório

O teletrabalho continua a ser obrigatório até dia 14 de janeiro. A partir dessa data, passará a ser recomendado.

Manutenção do controlo nas fronteiras

Nas fronteiras continua a ser necessário a apresentação de um teste negativo, obrigatório a todos os passageiros de voos que cheguem a Portugal.

Tags

Sobre este autor

João Malainho

Adicionar Comentário

Escrever comentário