Atualidade Notícias

Portugal bate recorde na produção de azeite

azeitonas e folhas de oliveira

Será a maior produção de azeite de sempre em Portugal. Um número que já era esperado face ao desenvolvimento do setor, mas que traz alguns problemas associados, como o escoamento do excesso de bagaço de azeitona.

O país vai registar a maior produção de sempre de azeite, que poderá rondar as 180.000 toneladas. “Não há propriamente excedentes na produção de azeite, até porque Portugal, apesar de ser autossuficiente para o seu consumo interno, ainda tem que recorrer a importações para satisfazer as suas necessidades totais, que incluem as exportações”, confirmou Mariana Matos, secretária-geral da Casa do Azeite.

Todavia a produção de azeite será a maior de sempre no país, com cerca de 180.000 toneladas, um valor que já era esperado, face ao desenvolvimento do sector e ao investimento em novas plantações. Na actual campanha tem –se verificado alguma dificuldade em escoar atempadamente o bagaço de azeitona, devido ao nível da produção e ao facto de se estar a concentrar em pouco tempo.

Alentejo e Trás-os-Montes são as zonas mais afetadas.

“Um lagar só pode funcionar se os bagaços de azeitona forem retirados. Daí que alguns lagares tivessem mesmo que encerrar até que fosse possível o escoamento dos bagaços. Alguns olivicultores optaram por outras soluções, por exemplo enviar azeitona para lagares espanhóis ou enviar o bagaço de azeitona para extratoras espanholas”, referiu Mariana Matos.

De acordo com a secretária-geral da Casa do Azeite a situação só poderia ser evitada se o sector estivesse “corretamente dimensionado”, com capacidade de tratamento do bagaço de azeitona “em sintonia” com a produção. “Este é um problema sério que tem que ser solucionado, tem que ser permitido o aumento da capacidade das extratoras existentes ou aprovadas novas, sob pena de comprometer todos os esforços que o setor produtivo tem feito nos últimos anos”.

Tags

Sobre este autor

João Malainho

Adicionar Comentário

Escrever comentário