Arquitetura e Design

Quando a tecnologia alemã dá Thermo ao frio em Portugal

A produção é portuguesa, a tecnologia é alemã e a concorrência é nula. A Duo-Thermo aquece espaços com um sistema de aquecimento elétrico por radiação, com elevada eficiência energética e sem impacto ambiental.

A sede da empresa Duo-Thermo é em Boliqueime, concelho de Loulé, mas desengane-se quem pensa que é uma má localização para uma empresa que vende aquecimento. Segundo os dados do Eurostat de 2019, Portugal é um dos países europeus com menos conforto térmico nas habitações.

Em 1998 esta situação ainda era mais notória. Foi assim que a família Baltes – ele alemão, ela portuguesa, que vieram morar para o Algarve – começaram a representar Granotherm, um sistema de aquecimento por radiação, patente alemã, de fácil instalação e elevado rendimento energético.

A versão mais recente da patente a nível europeu, Duo-Therm® Deluxe, com base no princípio de radiação por infravermelhos com transferência de calor para a envolvente, sem usar o ar, veio reduzir ainda mais o consumo elétrico, em cerca de 20 por cento em relação à versão anterior.

“Fizemos a experiência em nossa casa. Instalámos o aquecimento de parede em pedra natural que, na altura, foi importado da Alemanha e os bolores acabaram e passámos a ter uma casa termicamente confortável”, lembrou Maria de Lourdes Baltes, sócia da empresa e promotora do produto. Este sistema de aquecimento – Duo-Therm® Deluxe – consiste num painel de vidro temperado (com resistência elétrica reduzida a nanopartículas) e uma pedra natural com função estética e de acumulação de calor.

Com base no princípio do aquecimento por radiação infravermelha, aquecimento idêntico ao do Sol, Paul Baltes desenvolveu várias soluções de aquecimento que foram ao encontro das preferências e necessidades dos clientes.

“A gama de produtos Duo-Thermo permite-lhe solução para todas as situações: construções de raiz, remodelações, restauros ou reabilitações, além de satisfazer o gosto individual dos clientes: aquecimento de parede (em pedra natural, suscetível de ser decorada); piso radiante elétrico; aquecimento de teto; e o bloco radiante, de instalação no interior da parede (totalmente invisível), com a enorme vantagem de usar a parede como acumulador de calor,” enumerou Florian, filho do casal e project leader DT 2.0, salientando ainda o radiador infravermelho, específico para aquecer superfícies ao ar livre ou de grandes dimensões e difíceis de aquecer, tais como cafés, esplanadas, igrejas, escolas, spas ou armazéns.

A tecnologia alemã nasceu em 1979 e, mantendo os objetivos iniciais de preservação da natureza e ambiente limpo, foi melhorando a sua performance no que diz respeito à estética, redução de consumo e versatilidade.

“A complementar as características dos produtos, o serviço Duo-Thermo prima pela excelência e profissionalismo. Somos efetivamente um segmento premium em termos de qualidade/serviço”, frisou Florian.

“Os objetivos da Duo-Thermo são: expansão do mercado a nível europeu e, nomeadamente, para o Brasil, (onde estamos a abrir uma filial), e reforçar a nossa parceria com engenheiros e arquitetos, tendo em mente melhorar progressivamente o serviço ao cliente final.”