Atualidade Covid-19 Notícias

Aulas do 3º período podem ser por TV cabo ou canais “estilo YouTube”

As soluções para garantir que que todos os alunos tenham acesso aos conteúdos educativos no 3º período estão a ser estudadas pelo Governo, perante a possibilidade de as escolas continuarem encerradas depois das férias da Páscoa.

Pedro Siza Vieira, adiantou, em entrevista ao Porto Canal, que estão a ser estudadas várias soluções que garantam as aulas do 3º período a todos os alunos, que podem passar por canais “do estilo Youtube”, que permitem a transmissão de vários conteúdos em simultâneo ou também por fazer chegar os conteúdos pela televisão por cabo.

“Oitenta e três por cento dos lares em Portugal têm TV cabo. Podemos fazer chegar conteúdos às crianças também por essa via”, referiu o ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, salvaguardando que não trata de um regresso à “Telescola”, mas de um modelo mais próximo de canais do estilo do YouTube.

Confrontado com o facto dos alunos sem acesso à Internet não terem possibilidade de manter o contacto com os professores, Pedro Siza Vieira referiu que várias hipóteses estão a ser estudadas, que esta é também uma realidade “que nos mostra como temos de ser rápidos” e garantiu que o Ministério da Educação “está muito focado nesta situação”´.

Sobre as duas últimas semanas de aulas, o ministro afirma que foi “muito impressionante” verificar como as escolas, os diretores de turma e os professores se mobilizaram para, “de um momento para o outro, conseguirem manter o apoio pedagógico”, recorrendo a meios cuja utilização, em circunstâncias normais, ainda há pouco tempo “teria criado resistência”.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário