Atualidade Covid-19 Notícias

COVID-19: Crédito automóvel também vai ser “perdoado”

Várias entidades bancárias, como a Caixa, Santander, BPI e Crédito Agrícola, vão para lá das medidas do Governo e lançam ainda mais apoios a famílias e empresas. Conceder moratórias de crédito automóvel é uma das medidas.

Já sabíamos que ao crédito habitação iam ser concedidas moratórias, em virtude do estado atual que o país atravessa em plena pandemia. No entanto, as instituições bancárias avançam agora que vão conceder moratórias de crédito aos seus clientes também no crédito ao consumo, ou seja, naqueles pequenos empréstimos como a prestação do carro ou até a compra de eletrodomésticos. Alguns, mesmo contra os obrigatórios seis meses anunciados pelo Executivo de António Costa, estão dispostos a conceder moratórias de um ano.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) foi a primeira a avançar com a disponibilização da moratória no crédito à habitação, mesmo antes da publicação do decreto-lei na sexta-feira e, a par dessa medida, anunciou também a extensão aos contratos de crédito ao consumo.

Já o BPI apresenta um “novo pacote de medidas” para as famílias e empresas disponibilizando “moratórias no crédito à habitação, pessoal e automóvel” por seis meses, não excluindo a hipótese de analisar o crédito concedido para uma segunda casa.

O Santander indica que as 250 mil famílias que são suas clientes e “que têm crédito habitação no banco, aos clientes que têm crédito pessoal e às 67 mil empresas que se financiam junto do banco” têm a possibilidade de, “tendo tido redução dos seus rendimentos, terem desde já a suspensão do processamento das suas prestações e adesão à moratória do banco que permite a carência de capital de seis meses”.

O Crédito Agrícola é a única instituição financeira que, tanto no crédito à habitação como no do consumo, se disponibiliza a oferecer uma moratória de um ano, independentemente dos seis meses previstos na lei, desde que esteja em situação regularizada junto do banco, do Fisco e da Segurança Social.

Sobre este autor

INcorporate

Adicionar Comentário

Escrever comentário