Cultura

Feira do Livro abre sexta-feira para ser um dos “grandes eventos” no Porto

Foto: Site Porto.
A organização está “confiante na adesão das pessoas”, mas os expositores estão “apreensivos”. O público vai poder manusear livros, com as devidas regras de higiene e segurança por causa da COVID-19.

A Feira do Livro do Porto, que será um dos “grandes eventos” na cidade pós-confinamento, prepara-se para abrir na sexta-feira, 28 de agosto, com a organização “confiante na adesão das pessoas” e os expositores “apreensivos com a perda de rendimentos das famílias”.

Considerando a feira como “desafiante”, dado realizar-se em circunstâncias diferentes das habituais, devido à pandemia da COVID-19, o coordenador da programação do certame, Nuno Faria, assume à agência ‘Lusa’ que as expectativas “são as melhores”, pois acredita que esta vem cumprir um “horizonte de esperança” que todos precisam para seguir “nesta nova normalidade”.

Esta nova normalidade implicou que a lotação fosse reduzida a 3500 pessoas; o Palácio de Cristal – onde o evento decorre nos jardins, como habitual – fosse delimitado e que existam equipas de assistentes e monitores e da proteção civil em vários locais.

Além do gel desinfetante espalhado pelo recinto, o uso de máscara será obrigatório nos eventos de interior, ao contrário do exterior. O público vai poder manusear os livros, mas para isso terá de desinfetar as mãos antes e depois ou, querendo, usar luvas disponibilizadas pela organização, frisou Francisco Pacheco, da Esfera dos Livros — HarperCollins.

Além dos 120 stands, num total de mais de 80 entidades, a feira, com espaço próprio para a apresentação de livros e sessões de autógrafos, será também feita de cinema, debates, lições, concertos, espetáculos ou oficinas. Mas esta feira do livro – organizada pela Câmara Municipal do Porto – não será a única, com Lisboa a abrir esta quinta-feira, 27 de agosto, a sua, facto que não preocupa Nuno Faria, por serem projetos “muito diferentes”.

A ‘Lusa’ falou ainda com alguns livreiros que se mostraram “receosos” face à possibilidade de menor adesão das pessoas, temendo que estas tenham medo de ir até aos Jardins do Palácio de Cristal e, com o ano letivo à porta, as famílias tenham “menos dinheiro” para gastar.

A sétima edição da Feira do Livro do Porto regressa aos Jardins do Palácio de Cristal, entre 28 de agosto e 13 de setembro, com o mote ‘Alegria até ao Fim do Mundo’.

Foto: Site Porto.

Sobre este autor

Jorge Teixeira

Adicionar Comentário

Escrever comentário